Document details

Gestão materna do mundo familiar e laboral em famílias nucleares com crianças em idade pré-escolar. Associações com o envolvimento paterno

Author(s): Rodrigues, Ana Catarina Nunes

Date: 2014

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10071/9288

Origin: Repositório do ISCTE-IUL

Subject(s): Gestão materna; Papéis parentais; Benefícios; Envolvimento parental; Maternal management; Parental roles; Benefits; Parental involvement


Description

A entrada da mulher no mercado de trabalho provocou alterações na organização e nas expectativas acerca dos papéis parentais das famílias portuguesas. Surgiram, por isso, novos papéis parentais e um novo modelo familiar de coparentalidade, em que os pais e mães devem dividir tarefas e responsabilidades igualitariamente no domínio familiar. A ampliação do papel do pai e o seu envolvimento foi fulcral para ajudar a mãe. Este estudo visou analisar a gestão dos contextos trabalho-família (os benefícios e constrangimentos) na perspetiva da mãe, e as possíveis associações com o grau e tipo de envolvimento do pai nas atividades de cuidado e socialização da criança. Para tal, foram aplicados dois questionários sobre a conciliação dos contextos familiar e laboral e sobre o envolvimento parental, a 90 mães portuguesas. Os resultados indicam que os benefícios e constrangimentos da gestão materna dos contextos familiar e laboral, nesta amostra, não se encontram relacionados, com o envolvimento do pai. O número de horas de trabalho dos pais encontra-se correlacionado com os constrangimentos na gestão dos contextos laboral e familiar e influenciam a ocorrência de interferências entre contextos, bem como a participação nas dimensões de cuidados indiretos e de ensino e disciplina do envolvimento parental. Apesar disso, a gestão materna destes contextos tende a ser positiva para a mesma.

The entry of women into the labor market has led to changes in the organization and expectations about parental roles of Portuguese families. Therefore, new parental roles and a new family model of co-parenting, in which both parents should equally share tasks and responsibilities in the family domain, have emerged. The expanded role of the father and his involvement was crucial to help the mother. This study examines the management of work-family contexts (both benefits and constraints) through the mother’s perspective, and the possible associations with the degree and type of the father’s involvement in the child’s care and socialization activities. For this purpose, two questionnaires were applied to 90 Portuguese mothers on the conciliation of family and work contexts, and on parental involvement. This sample’s results indicate that benefits and constraints of maternal management in work and family contexts are not related to the father’s involvement. The parents’ number of working hours is correlated with constraints in work and family context management and influence the occurrence of interference between contexts, as well as participation in the indirect care, teaching and parent involvement dimensions. Nevertheless, the management of these contexts tends to be beneficial for the mother

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Monteiro, Lígia Maria Santos
Contributor(s) Rodrigues, Ana Catarina Nunes
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents