Document details

A relação entre o isolamento social por vitimização e o autoconceito na adolescência

Author(s): Carvalho, Marta Alves Ribeiro Fontão

Date: 2013

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10400.12/2754

Origin: Repositório do ISPA - Instituto Universitário

Subject(s): Isolamento social; Vitimização; Autoconceito; Adolescência; Social withdrawal; Victimization; Self-concept; Adolescence


Description

O presente estudo centra-se na problemática dos adolescentes que são isolados e vitimizados pelo grupo de pares e na forma como esta problemática afeta o autoconceito destes adolescentes. Assim, este estudo teve como principal objetivo explorar a relação entre o isolamento social por vitimização e o autoconceito nos adolescentes. Procurou-se também compreender a existência de diferenças entre sexo e diferenças entre os anos escolares (7º, 8º e 9º ano), relativamente ao isolamento social, à vitimização e às diferentes dimensões do autoconceito. Pretendeu-se ainda comparar o autoconceito entre os três grupos de adolescentes (isolados, isolados e vitimizados e não isolados e não vitimizados) e avaliar qual a dimensão do autoconceito que é mais afetada nos adolescentes isolados e vitimizados. Fizeram parte do estudo 966 participantes (486 do sexo feminino e 477 do sexo masculino) com idades compreendidas entre os 12 e os 16 anos, que frequentavam o 7º, 8º e 9º ano de escolaridade, provenientes de duas escolas da região da grande Lisboa. Os instrumentos utilizados foram ECP - Extended Class Play e a Escala de Autoconceito para Adolescentes. Os resultados obtidos revelaram a inexistência de diferenças significativas entre sexo e entre os anos de escolaridade (7º, 8º e 9º ano) face ao isolamento social e à vitimização, mas a existência de diferenças significativas entre sexo e entre os três anos escolares com as dimensões do autoconceito. Encontraram-se também diferenças significativas entre os três grupos de adolescentes e algumas dimensões do autoconceito.

ABSTRACT: This study focuses on the problem of adolescents who are isolated and victimized by peer group and how this issue affects the self-concept of adolescents. Thus, the main objective was to explore the relationship between social withdrawal by victimization and self-concept of adolescents. We also aim to better understand the existence of gender differences and differences between school years (7th, 8th and 9th grade) in relation to social withdrawn, victimization and the various dimensions of self-concept. A second aim was to compare the self- concept among three groups of adolescents (isolated, isolated and victimized and nonisolated and non victimized) and evaluate what dimensionality of self-concept is more affected in adolescents isolated and victimized. Participants consisted of 966 participants (486 females and 477 males) aged between 12 and 16 years, who attended the 7th, 8th and 9thgraders from two schools in the region of Lisbon. The instruments used were Extended Class Play (ECP) and the Scale of Self-Concept for adolescents. The results revealed no significant differences between sexes and between years of schooling (7th, 8th and 9th grade) face social withdrawn and victimization, but the existence of significant differences between sex and between the three school years with the dimensions of self-concept. We were also found significant differences between the three groups of adolescents and some dimensions of selfconcept.

Dissertação de Mestrado em Psicologia Clínica apresentada ao ISPA - Instituto Universitário

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Veríssimo, Manuela
Contributor(s) Carvalho, Marta Alves Ribeiro Fontão
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents