Document details

Qualidade da vinculação ao pai e à mãe e o fenómeno de retraimento social em pré-adolescentes

Author(s): Madureira, Pedro Manuel de Paiva dos Santos

Date: 2011

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10400.12/3902

Origin: Repositório do ISPA - Instituto Universitário

Subject(s): Vinculação; Retraimento social; Pré-adolescência; Attachment; Social withdrawal; Preadolescence


Description

Este trabalho estuda a qualidade da vinculação de rapazes e raparigas pré-adolescentes com os seus pais e mães, a qualidade das suas relações com o grupo de pares, nomeadamente, o fenómeno de retraimento social, e a relação entre a qualidade da vinculação com os pais e o retraimento social com os pares, esperando-se que uma relação de vinculação insegura aos pais esteja ligada ao retraimento social com os pares. Numa amostra composta por 736 jovens (356 raparigas e 380 rapazes) a frequentar o 7º ano de escolaridade, com idades entre os 10 e os 14 anos (M= 12,24), foram aplicadas a versão portuguesa da Kerns Security Scale (KSS) (Kerns, Klepac & Cole, 1996), para avaliar a qualidade das representações de vinculação aos pais, e a versão portuguesa do Extended Class Play (ECP) (Rubin, Wojslawowicz, Rose-Krasnor, Booth-LaForce & Burgess, 2006), para avaliar o retraimento social com os pares. Os resultados obtidos corroboram, apenas em parte, a revisão de literatura realizada, demonstrando uma correlação positiva entre a vinculação segura à mãe e a vinculação segura ao pai; a inexistência de diferenças significativas, na segurança da vinculação ao pai e à mãe, em função do género das crianças; uma correlação negativa do retraimento social com a agressividade e popularidade/sociabilidade, e positiva com a exclusão e a pró-sociabilidade; a inexistência de diferenças em função do género para as dimensões do ECP, nomeadamente, para o retraimento social; uma correlação positiva entre a qualidade de vinculação segura aos pais e o retraimento social com os pares.

ABSTRACT: This research studies the quality of the attachment of preadolescent boys and girls with their fathers and mothers, the quality of their relationships with the peer group, specifically, the phenomenon of social withdrawal, and the relationship between the quality of the attachment to parents and social withdrawal. It is expected that an insecure attachment relationship to parents is associated to the social withdrawal with peers. In a sample of 736 young (356 girls and 380 boys) attending the 7th grade, aged between 10 and 14 years (M = 12.24), were applied the Portuguese version of Kerns Security Scale (KSS) (Kerns, Klepac & Cole, 1996), to assess the quality of representations of attachment to parents, and the Portuguese version of the Extended Class Play (ECP) (Rubin, Wojslawowicz, Rose-Krasnor, Booth-LaForce & Burgess, 2006), to evaluate the social withdrawal with peers. The results support, only in part, the literature review, showing a positive correlation between secure attachment to the mother and secure attachment to the father; the absence of significant differences for the child gender in security of attachment to father and mother; a negative correlation of social withdrawal with the dimensions aggression and popularity/sociability, and a positive correlation with the dimensions exclusion and prosocial behaviors; no significant differences by gender for the dimensions of the ECP, in particular, for social withdrawal; a positive correlation between a secure attachment to parents and the social withdrawal with peers.

Dissertação de Mestrado apresentada ao ISPA - Instituto Universitário

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Santos, António José
Contributor(s) Madureira, Pedro Manuel de Paiva dos Santos
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents