Document details

Candomblé: Um processo terapêutico?

Author(s): Santos, Claire

Date: 2010

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10400.12/4130

Origin: Repositório do ISPA - Instituto Universitário

Subject(s): Candomblé; Doença; Processos terapêuticos; Disease; Therapeutic process; Psicologia Clínica; Psicologia Clínica; Psicologia Clínica


Description

O Candomblé é uma religião afro-brasileira de transe de possessão ritualizado, que apareceu na Europa, especificamente em Portugal, devido ao fenómeno de imigração. O objectivo do presente estudo é reflectir e analisar os processos terapêuticos envolventes no culto do Candomblé, a partir da cosmovisão específica da doença, visto que os seus praticantes encontram uma alternativa terapêutica que visa o bem-estar biopsicossocial. Através do estudo multidisciplinar da revisão de literatura existente e de alguma observação directa da prática do culto em Lisboa, tentou-se descrever todo o seu sistema. O enfoque é colocado na intervenção dos agentes terapêuticos, sendo estes, o chefe de culto e os Orixás, bem como nos processos terapêuticos e mítico-simbólicos respeitantes ao ritual de iniciação e ao ritual de transe de possessão. Assim, esta religião, organizada em torno da manifestação de uma entidade divina no corpo do seu fiel e directamente associado a ela, permite uma fusão entre o sujeito e o transcendente numa linguagem mítico-simbólica. O transe de possessão, induzido pela dança e pela música, é um sistema institucional e um sistema de estados psíquicos. É também visto como uma representação comemorativa e uma manifestação do duplo e da metamorfose (devido ao processo de transformação da personalidade). O processo terapêutico inclui, da mesma forma, o processo de identificação mítica (reflexo da imagem da divindade) e a acção de uma comunidade unida. Este estudo poderá ser uma premissa para eventuais investigações clínicas, visando uma melhor intervenção nas minorias étnicas.

ABSTRACT: Candomblé is an Afro-Brazilian trance possession ritual religion, which emerged in Europe, specifically in Portugal, due to the phenomenon of immigration. The purpose of this study is to reflect and analyze the therapeutic processes involving the cult of Candomblé, through the specific worldview of the disease, because the practitioners consider it as an alternative therapy that aims at biopsychosocial wellbeing. Through the multidisciplinary study of existing literature and some direct observation of worship in Lisbon, the entire system of Candomblé is attempted to be described. The focus is on intervention of therapeutic agents, being the head of worship and the Orishas, as well as the therapeutic processes and mythical-symbolic relating to the initiation ritual and the trance possession ritual. Thus, this religion, organized around the manifestation of a divine entity in the body of the practitioners and directly associated with it, permits a fusion between the subject and a transcendent, using a mythic-symbolic language. The possession phenomenon in the state of trance, induced by dance and music, is an institutional system and a system of mental states. It is also seen as a commemorative representation and a manifestation of the double and the metamorphosis (due to the transformation of personality). The therapeutic process includes also the process of identifying mythical (reflecting the divinity’s image) and the action of a united community. This study may be a precondition for potential clinical investigations aiming at improving the intervention for ethnic minorities.

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Pereira, Frederico
Contributor(s) Santos, Claire
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents