Document details

Violência doméstica e imagos parentais em raparigas pré-adolescentes

Author(s): Correia, Cátia Gomes

Date: 2009

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10400.12/4250

Origin: Repositório do ISPA - Instituto Universitário

Subject(s): Familia; Imago materna e paterna; Violência doméstica; Pré-adolescentes; Family; Parental imago; Domestic violence; Pre-adolescents; Domínio/Área Científica::Ciências Sociais::Psicologia; Domínio/Área Científica::Ciências Sociais::Psicologia; Domínio/Área Científica::Ciências Sociais::Psicologia


Description

Com este trabalho pretende-se tecer uma reflexão sobre a influência da violência no desenvolvimento de pré-adolescentes sendo que se dará especial ênfase à representação da imago materna e paterna. Propõe-se comparar pré-adolescentes que estiveram expostos a violência doméstica com os que não estiveram, procurando verificar diferenças nas representações das imagos parentais. Para realizar este estudo utilizou-se uma amostra de 10 sujeitos do sexo feminino recolhidas no Instituto da Sãozinha, um lar para crianças e jovens, aplicando-se o teste projectivo T.A.T, e outros 10 sujeitos na Escola Secundária de D.Dinis. Este estudo permitiu retirar as seguintes conclusões: as raparigas que se encontraram não expostas à violência doméstica desenvolvem, positivamente a imago materna e paterna, comparativamente às que foram expostas a tal situação. Estas apresentam identificações materna e paterna distorcidas, no sentido em que revelam imagos maternas insuficientes e imagos paternas agressoras, ou ainda figuras de referência substitutas. A dificuldade em evocar relações nos sujeitos expostos a violência doméstica, é iminente, que diferem dos sujeitos não expostos, que por sua vez conseguem razoávelmente evocar relações, ou até mesmo identificarem-se a uma das imagos.

ABSTRACT: The purpose of this work is to ponder about the influence of violence as far as pre-adolescents development is concerned. Parental imago representation will be the priority. The aim is to compare pre-adolescents who were exposed to domestic violence with the ones who weren’t by checking differences in imago representation. A sample of 10 young female from Sãozinha Institute, a youth residence, and other 10 young female from D.Dinis Secondary School, will make this study possible by applying the T. A. T projective test. This study leads to the following conclusions: the young females who weren’t exposed to domestic violence developed positively their maternal and paternal imago comparing to those who were exposed to such situation. The subject exposed to domestic violence show distorted maternal and paternal identification, as they reveal an insufficient maternal imago, an aggressive paternal imago and some replace their parents by other referential patterns. The examined group also denotes some difficulty in establishing relationships in comparison with the subject non exposed to domestic violence.

Dissertação de Mestrado apresentada ao ISPA - Instituto Universitário

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Vila Real, Ângela
Contributor(s) Correia, Cátia Gomes
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents