Document details

“Para que sobrevivas ao tempo…”: Um estudo psicodinâmico sobre a criatividade com função reparadora no processo de luto

Author(s): Silva, Ana Fernandes da

Date: 2018

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10400.12/6265

Origin: Repositório do ISPA - Instituto Universitário

Subject(s): Criatividade; Processo de luto; Reparação; Literatura; Creativity; Mourning proccess; Reparation; Literature; Domínio/Área Científica::Ciências Sociais::Psicologia; Domínio/Área Científica::Ciências Sociais::Psicologia; Domínio/Área Científica::Ciências Sociais::Psicologia


Description

A morte de um ente querido tem sido provada como uma das dores psicológicas mais profundas a que o ser humano se pode sujeitar, uma vez que, não é apenas do seu desaparecimento físico com o qual somos confrontados, mas também uma parte de nós mesmos. Surge a necessidade de recriar essa perda, para que ela seja reparada. Será a criatividade a possibilidade de ultrapassar a morte, deixando na vida a marca daquilo que já partiu? Desta forma, pretende-se com este trabalho fazer o estudo, com base numa perspetiva psicodinâmica, da função reparadora no processo de luto através da criatividade. Como forma de elucidação, realizar-se-á a ponte da biografia de três autores e as suas obras literárias: William Shakespeare e Hamlet, James Matthew Barrie e Peter Pan e José Luís Peixoto e Morreste-me. Conclui-se que todos eles utilizam a arte para reparar a parte de si ou um objeto interno perdido, a par que o objeto perdido se encontra presente em todas elas, utilizando diferentes mecanismos para o ilustrar, e, por sua vez, imortalizar.

ABSTRACT: The death of a loved one has been proven as one of the deepest psychological pain we man can be subjected to, asit is not only the physical disappearance that endures, but also a part of ourselves. There is a need to recreate this loss so it can be repaired. Is creativity the possibility of overcoming death, leaving in life the mark of what has already gone? In this way, it is intended with this work to study, based on a psychodynamic perspective, the restorative function in the process of mourning through creativity. As a form of elucidation, the link between the biographies of the following three authors and their literary works will be held: William Shakespeare and Hamlet, James Matthew Barrie and Peter Pan and José Luís Peixoto and Morreste-me. It is concluded that they all used art to repair the part of themselves or a lost internal object, while the lost object is present in all of them, using different mechanisms to illustrate it and imortalize it.

Dissertação de Mestrado apresentada no ISPA - Instituto Universitário, na especialidade de Psicologia Clínica.

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Delgado, Luís Manuel Romano
Contributor(s) Silva, Ana Fernandes da
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents