Document details

As tensões intra-islâmicas : a oposição entre sunitas e xiitas no contexto geopolítico do Médio Oriente

Author(s): Marques, Francisco Henriques de Jesus Soromenho

Date: 2015

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10400.14/18627

Origin: Veritati - Repositório Institucional da Universidade Católica Portuguesa

Subject(s): Islão; Sunita; Xiita; Médio Oriente; Geopolítica e Geoestratégia; Islam; Sunni; Shia; Middle East; Geostrategy and geopolitics; Domínio/Área Científica::Ciências Sociais::Ciências Políticas; Domínio/Área Científica::Humanidades::Filosofia, Ética e Religião; Domínio/Área Científica::Ciências Sociais::Ciências Políticas; Domínio/Área Científica::Ciências Sociais::Ciências Políticas; Domínio/Área Científica::Humanidades::Filosofia, Ética e Religião; Domínio/Área Científica::Humanidades::Filosofia, Ética e Religião


Description

O Médio Oriente é hoje uma região pautada pela instabilidade como consequência de um conjunto de eventos militares e políticos, como a invasão do Iraque de 2003 e a chamada Primavera Árabe. Em pouco mais de uma década os países da região assistiram a profundas mudanças instauradoras de instabilidade e de violência. Foi neste contexto de imprevisibilidade e de contestação que se reavivaram, nos últimos anos, as tensões intra-islâmicas entre sunitas e xiitas. As rivalidades geoestratégicas, entre o Reino da Arábia Saudita e a República Islâmica do Irão, pela influência regional, têm servido de base ao aparecimento de forças radicalizadas, sunitas e xiitas, que pretendem disseminar modelos políticos baseados nas extrapolações mais fundamentalistas e radicais da sua interpretação do Islão. Analisar-se-ão situações de tensão intra-islâmica, desde o nascimento das mesmas até fenómenos actuais como a acção terrorista e militar do Estado Islâmico no Médio Oriente. Através da História e da análise da contemporaneidade procurar-se-ão as raízes da rivalidade, muitas vezes violenta, entre sunitas e xiitas e as suas consequências para a segurança não só do mundo muçulmano como de toda a comunidade internacional. As tensões intra-islâmicas afiguram-se como um dos fenómenos mais relevantes do actual cenário internacional, verificando-se uma crescente consciência da opinião pública ocidental para as complexidades do Islão enquanto bloco civilizacional altamente heterogéneo e profundamente desunido.

The Middle East is nowadays a region marked by instability as a consequence of some political and military events, like the 2003 invasion of Iraq and the so-called Arab Spring. In less than a decade the countries in the region experienced great changes, driving to instability and violence. In this scenario of imprevisibility and contestation the intra-islamic tensions between Sunnis and Shia Muslims were revived. The geostrategic rivalry between the Kingdom of Saudi Arabia and the Islamic Republic of Iran for gaining regional influence has been the basis for the appearence of radical forces, Sunni and Shia, both willing to spread political models inspired by the most fundamentalist interpretations of Islam. Manifestations of intra-Islamic tensions will be analysed from their appearance, to current manifestations of this phenomena like the military and terrorist action developed by the Islamic State in the Middle East. Through History and analysis of contemporary events, the roots of the rivalry, often violent, between Sunnis and Shias will be looked after and an explanation of its consequences to the Muslim world as well as to the international community will be tried. IntraIslamic tensions are one of the most relevant contemporary international phenomena and western public opinion is getting more aware about the complexities of Islam as a heterogeneous and disunited civilizational bloc.

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Pinto, Luís Vasco Valença
Contributor(s) Marques, Francisco Henriques de Jesus Soromenho
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents