Document details

Sintomatologia depressiva em crianças numa Unidade de Saúde do Norte

Author(s): Costa, Anastácia Rebelo

Date: 2012

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10400.14/8806

Origin: Veritati - Repositório Institucional da Universidade Católica Portuguesa

Subject(s): Sintomatologia depressiva; Criança; Depressive symptomatology; Children; Domínio/Área Científica::Ciências Médicas::Ciências da Saúde; Domínio/Área Científica::Ciências Médicas::Ciências da Saúde; Domínio/Área Científica::Ciências Médicas::Ciências da Saúde


Description

Este estudo descritivo transversal teve como objectivo estudar a prevalência de sintomatologia depressiva e caracterizar o tipo de sintomas presentes numa amostra de crianças utentes de uma Unidade de Saúde do Norte. A amostra foi constituída por 105 crianças com idades compreendidas entre os 6 e os 10 anos. Os instrumentos de avaliação utilizados foram o Inventário da Depressão para crianças (CDI) e a escala de classificação de Graffar. Os resultados evidenciam uma prevalência de 41% de sintomatologia depressiva na amostra total. Na amostra clínica, constituída por 43 participantes, verificou-se uma maior prevalência de sintomatologia depressiva no género masculino (45.7%) em relação ao género feminino (31.4%). A gravidade dos sintomas também se revelou maior nos rapazes, apresentando 62.6% dos participantes do género masculino sintomas de carácter moderado a graves. No género feminino predominam sintomas depressivos de carácter leve (63.6%). As análises de comparação dos resultados do CDI na amostra clínica em função do género, idade e escolaridade não revelaram diferenças estatisticamente significativas, embora se tenha observado tendência de significância na variável existência de irmãos. Verificou-se que o género masculino evidencia sintomas mais associados ao desempenho e perda de apetite, enquanto que o género feminino parece assinalar mais sintomas associados à auto imagem.

The purpose of this applied dissertation was to study and characterize the prevailing depressive symptomatology in a cluster of 105 children, from 6 to 10 years old, in a Public Health Institution of the northern region of Portugal. Through the analysis of data gathered from the use of several evaluative items, such as the Children Depression Inventory (CDI) and the Graffar rating scale, we were able to ascertain that 41% of the cited sample suffered from depressive symptomatology. In this clinical sample of 43 participants, there was noticeably a larger number of male individuals with the referred symptoms (45.7%), as opposed to female (31.4%). The severity of the symptoms was also proven to be highly prevalent amongst boys (62.2% with symptoms ranging from moderate to severe). Girls, however, showed clear expressions of lighter symptomatology (63.6%). Comparative analysis of the results from the Children Depression Inventory (CDI), regarding gender, age and education, showed no notable significance, even though we were able to denote some influence concerning the existence of siblings. We were also able to determine that male participants reveal symptoms associated with performance and loss of appetite, and that female participants seem to endure altercations in self-image and esteem.

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Costa, Eleonora; Trovisqueira, Ana Margarida
Contributor(s) Costa, Anastácia Rebelo
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents