Document details

Representações sociais dos idosos acerca dos maus-tratos

Author(s): Fernandes, Raquel Marta da Mota

Date: 2011

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10400.14/8835

Origin: Veritati - Repositório Institucional da Universidade Católica Portuguesa

Subject(s): Pessoas idosas; Famílias; Maus-tratos; Elderly people; Families; Mistreatment


Description

O envelhecimento e a longevidade da população estão a desencadear novos problemas sociais, dos quais os maus-tratos contra a pessoa idosa são disso exemplo. Guiada pela preocupação de alargar o conhecimento acerca deste tema realizei a presente investigação que pretende conhecer as Representações Sociais dos Idosos acerca dos Maus-tratos contra a Pessoa Idosa, no contexto familiar. A investigação realizada tem natureza qualitativa. Os dados foram recolhidos por entrevista semi-estruturada junto de amostra de idosos. Os principais resultados da investigação permitem concluir que é claro e inequívocos os conhecimentos dos idosos acerca do fenómeno dos maus-tratos contra a pessoa idosa e não só conhecem a tipologia como identificam novas formas de violência. Como principais causas de maus-tratos apontam a ausência de valores de solidariedade gerontocrática e o individualismo das famílias. Como medida preventiva e correctiva, admitem a importância da denúncia, sabem como fazê-la, principalmente, motivados pelos valores pessoais, pelo respeito, pela moral, pela fé cristã. Mas demonstram grande resistência em fazê-la. São unânimes ao considerarem que cabe à Família e à Segurança Social, zelar pela protecção dos direitos das pessoas idosas. Conscientes do papel que ocupam na sociedade, não lhes destituíram de força e de vontade para viver novas experiências e para enfrentar o processo de envelhecimento com optimismo.

Aging and longevity of the population are to unleash new social problems, of which the mistreatment against the elderly people is an example. Guided by the concern to broaden the knowledge of this theme, I developed this research aiming to understand the social representation of the elderly about mistreatment against their pears in the family context. The research has a qualitative nature. The data were collected by semi-structured interview with older swatch. The main research results suggest that is clear and unambiguous the knowledge of interviewers about the phenomenon of mistreatment against the elderly person, and not only know the typology but also identify new forms of violence. As the main causes of mistreatment, it was pointed out the absence of gerontocractic solidarity values and individualism of the families. As a preventive and corrective measure, they admit the importance of the denounce, know how to do it and make it primarily motivated by personal values, moral respect, and by Christian faith. However they show some resistance in doing it. Are unanimous in considering that the Family and Social Security are responsible to ensure the protection of the rights of the elderly. Aware of the role they occupy in society, they have strength and willpower to live new experiences and to address the aging process with optimism.

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Domingues, Ivo
Contributor(s) Fernandes, Raquel Marta da Mota
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents