Document details

Dentro da noite funda: enigma, perda e permanência na poesia de Augusto dos Anjos

Author(s): Duarte Neto, Henrique

Date: 2005

Origin: Oasisbr

Subject(s): Literatura; Literatura brasileira; Poesia brasileira


Description

Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Comunicação e Expressão. Programa de Pós-Graduação em Literatura.

O presente estudo tem por finalidade pensar como a noite é representada na poesia de Augusto dos Anjos. No primeiro capítulo relaciono noite e enigma, vinculando tal questão à presença de uma perspectiva antiretiniana em Eu e outras poesias, ou seja, à superação de um olhar figurativo, mais objetivo em relação às coisas, fator decisivo para a ocorrência constante do visionarismo e das sondagens em torno do oculto neste conjunto de poemas. No segundo capítulo, a noite passa a ser vista como sinônimo de perda, de morte. Neste ponto, levanto a hipótese de que Augusto dos Anjos dá vazão à sua concepção mais pessimista de mundo, na qual o nada tende a se tornar uma realidade entrevista e ao mesmo tempo almejada. No terceiro e último capítulo, além de tentar relacionar a noite com o próprio eu-lírico, que tende, pelo seu visionarismo, a tomar uma dimensão cósmica, ou seja, a confundir-se com a paisagem dominante do geral da poesia augustiana, em determinado momento expando as considerações sobre a questão do eu, procurando analisá-lo não só enquanto voz ficcional. Neste sentido, busco postular a viabilidade ou não de haver ressonância entre o eu expresso nos poemas e a figura do autor que o engendrou. Cabe frisar que, para o desenvolvimento destas questões, fez-se necessário recorrer às contribuições das estéticas deformativas do simbolismo, do expressionismo e do surrealismo, bem como às de certos críticos literários, poetas e filósofos.

Document Type Doctoral thesis
Language Portuguese
Contributor(s) Universidade Federal de Santa Catarina; Medeiros, Sérgio Luiz
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents