Document details

Estudo comparativo do teor de metais contaminantes em amostras de chás provenientes de agricultura tradicional e biológica

Author(s): Parreira, Ana Rita Barroso

Date: 2012

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10451/11315

Origin: Repositório da Universidade de Lisboa

Subject(s): Teses de mestrado - 2012


Description

O chá, bebida obtida através do cultivo da planta Camellia sinensis, sendo a mais consumida a nível global, depois da água. Uma vez que a planta surge na Natureza, esta absorve metais provenientes da água, do solo e do ambiente, no seu crescimento. Este estudo apresenta a ocorrência de metais (Alumínio, Cádmio, Chumbo, Cobre, Crómio, Arsénio e Selénio) em diferentes tipos de chá comercializados em Portugal, quinze amostras de produção tradicional e oito de produção biológica. O estudo da prevalência de metais em alimentos tem sido realizado com muito enfâse, devido à sua importância nutricional e toxicológica. A preparação de amostras realizou-se utilizando temperaturas elevadas (450ºC) em mufla durante oito horas seguidas pela digestão ácida com ácido nítrico e peróxido de hidrogénio. As amostras foram analisadas por Espectrometria de Absorção Atómica com Câmara de Grafite e de Geração de Hidretos. O método de análise foi devidamente validado, para todos os metais determinados analiticamente, tendo em conta critérios de linearidade, limites de detecção e quantificação, precisão e exactidão. Os resultados obtidos para a concentração de metais estão abaixo dos valores estabelecidos pela FDA. A comparação estatística entre as diferentes variedades de chá permitiu concluir que de forma geral não existem grandes variações nas concentrações dos diferentes metais.

Tea, a leaf extract of the plant Camellia sinensis, is one of the most popular beverages all over the world. Since the herbs come from nature, they may absorb metals from the water or soil and sometimes from the polluted biosphere during growth. This study presents a picture of occurrence of trace metals (Aluminum, Cadmium, Lead, Copper, Chromium, Arsenic and Selenium) in different types of tea marketed in Portugal, fifteen brands from traditional agriculture and eight from biological agriculture. After appropriate sample preparation (450°C in the muffle furnace for 8 hours followed by acid digestion with nitric acid and hydrogen peroxide), samples were analyzed by Atomic Absorption Spectrometry with a graphite furnace or hydrides generation. The methods were validated in terms of linearity, detection and qualification limits, precision and accuracy. The values obtained for the metals are below the values established by FDA. Analysis of variance showed no statistical differences between all elements determined in tea from traditional and biological agriculture.

Tese de mestrado, Controlo de Qualidade e Toxicologia dos Alimentos, Universidade de Lisboa, Faculdade de Farmácia, 2012

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Mendes, Maria Eduarda; Mateus, Maria Luísa Andrade
Contributor(s) Parreira, Ana Rita Barroso
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo