Document details

Acidose tubular renal e nefrotoxicidade associada à terapêutica antirretroviral

Author(s): Garça, Magda Joana Ponta, 1992-

Date: 2016

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10451/28985

Origin: Repositório da Universidade de Lisboa

Subject(s): Acidose tubular renal; Nefrotoxicidade; Antirretrovirais; Domínio/Área Científica::Ciências Médicas; Domínio/Área Científica::Ciências Médicas; Domínio/Área Científica::Ciências Médicas


Description

A toxicidade da terapêutica antiretroviral é um assunto que adquiriu grande importância no tratamento de doentes infectados pelo VIH. A terapêutica HAART aumenta a sobrevivência de doentes infectados com VIH e como consequência existe o aumento da incidência de comorbilidades. Os antiretrovirais podem causar efeitos nefrotóxicos directos como alterações tubulares; e indirectos, por interações medicamentosas. Este trabalho faz uma revisão dos efeitos adversos renais dos agentes antiretrovirais. Foi utilizado um caso clínico representativo, que evidencia acidose tubular renal como efeito adverso dos antiretrovirais, nomeadamente dos nucleótidos inibidores da trasncriptase reversa (Abacavir e Lamivudina), estando bem documentada com o Tenofivir. A identificação de doentes com doença renal crónica pré-existente é crucial para um tratamento individualizado e evitar fármacos potencialmente nefrotóxicos. Apesar do risco nefrotóxico, os benefícios da terapêutica antirretroviral são incontestáveis pelo que a mesma nunca deva ser suspensa.

The toxicity of antiretroviral drugs is a subject that has acquired great importance in the treatment of HIV patients. HAART therapy increases survival of patients infected with HIV and as a result there is an increased incidence of co-morbidities. Antiretroviral therapy may cause nephrotoxic effects directly such as tubulopathy; and indirectly, by drug interactions. This paper is a case-driven review of renal adverse effects of antiretroviral drugs. We present a representative clinical case of renal tubular acidosis as a side effect of antiretroviral drugs, particularly the nucleoside reverse transcriptase inhibitors (Abacavir and Lamivudine), well documented with Tenofivir. The identification of patients with pre-existing chronic kidney disease is crucial for an individualized treatment and avoid potentially nephrotoxic drugs. Despite the risk of nephrotoxicity, the benefits of antiretroviral therapy are indisputable so they should never be discontinued.

Trabalho Final do Curso de Mestrado Integrado em Medicina, Faculdade de Medicina, Universidade de Lisboa, 2016

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Pinheiro, Luís Santos
Contributor(s) Garça, Magda Joana Ponta, 1992-
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents