Document details

Atitude mental e conceções de dificuldade na aprendizagem numa amostra de pais portugueses

Author(s): Correia, Vera Filipa Leal

Date: 2017

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10451/33608

Origin: Repositório da Universidade de Lisboa

Subject(s): Concepções; Dificuldades de aprendizagem; Pais; Atitude; Teses de mestrado - 2017; Domínio/Área Científica::Ciências Sociais::Psicologia; Domínio/Área Científica::Ciências Sociais::Psicologia; Domínio/Área Científica::Ciências Sociais::Psicologia


Description

A atitude mental dos pais – mindset - e a forma como pensam as dificuldades na aprendizagem influenciam as suas práticas parentais (Dweck, 2009). O objetivo geral deste estudo passa pela compreensão da atitude mental dos pais bem como das suas conceções sobre dificuldades na aprendizagem. Para tal, participaram neste trabalho 109 pais residentes em Portugal, 20 do sexo masculino e 89 do sexo feminino, com idades compreendidas entre os 25 e os 56 anos. Foram utilizados três instrumentos: 3 questões abertas, o Questionário sobre Atitude Mental e o Questionário de Crenças sobre Dificuldades na Aprendizagem. Os resultados obtidos após a análise fatorial do Questionário sobre Atitude Mental revelam a existência de dois fatores, o que coincide com estudos anteriores de Dweck (2009) com questões similares. Os resultados obtidos após a análise fatorial do Questionário de Crenças sobre Dificuldades na Aprendizagem (Gonçalves, 2002) revelaram uma estrutura fatorial semelhante à encontrada num estudo anterior com uma amostra de pais e professores (Gomes, 2014) – quatro fatores, que parecem corresponder às quatro perspetivas de dificuldades na aprendizagem sugeridas por Gonçalves (2002). A análise das respostas aos dois questionários, bem como à questão aberta analisada, parece confirmar a existência de quatro grandes conceções sobre as dificuldades na aprendizagem – Funcional, Disfuncional, Interdependente e Processual -e de dois tipos de atitude mental – Dinâmica e Estática.

The mindset of the parents and the way that they problematize the learning difficulties has influence in their parental habits (Dweck, 2009). The main objective of this study is the comprehension of the mindset of the parents as well as their conceptions about the learning disabilities. The present study had the participation of 109 parents that are living in Portugal, 20 males and 89 females, with ages between 25 years old and 56 years old. Along the project was utilized three ways of obtaining the answers: 3 open questions, the Questionnaire of Mindset and the Questionnaire of Beliefs on Learning Disabilities (QCDA). The results obtained after the factorial analysis of the Questionnaire of Mindset reveals the existence of two types of factors, that matches with the work of Dweck (2009). The results obtained after the factorial analysis of the Questionnaire of Mindset, the Questionnaire of Beliefs on Learning Disabilities (Gonçalves, 2002) revealed a factorial structure of an earlier study with a sample of parents and teachers (Gomes, 2014) - four factors, which seem to correspond to the four perspectives learning difficulties suggested by Gonçalves (2002). The analysis of the answers given to the two surveys, as well as the analyzed open question, seems to confirm the existence of four big conceptions about learning disabilities – Functional, Dysfunctional, Independent and Processual -, and of two types of mindset – growth mindset and fixed mindset.

Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia da Educação e da Orientação), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2017

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Gonçalves, Maria Dulce Miguéns, 1961-
Contributor(s) Correia, Vera Filipa Leal
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents