Document details

Estudo dos efeitos da terapêutica antirretroviral na função renal e sua relação no desenvolvimento de insuficiência renal em doentes com infecção por vírus da imunodeficiência humana

Author(s): Simões, Ana Maria Torres, 1976-

Date: 2017

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10451/33961

Origin: Repositório da Universidade de Lisboa

Subject(s): Vírus da imunodeficiência; Terapêutica antirretroviral; Tenofovir Disoproxil fumarato (TDF); Função renal; Taxa de filtração glomerular estimada; Teses de mestrado - 2017; Domínio/Área Científica::Ciências Médicas; Domínio/Área Científica::Ciências Médicas; Domínio/Área Científica::Ciências Médicas


Description

A introdução na prática clínica de fármacos antivirais cada vez mais potentes e eficazes, como sucede no tratamento da infecção por vírus da imunodeficiência humana, tem conduzido ao aumento da incidência de nefrotoxicidade relacionada com estes fármacos. Material e métodos: No presente estudo retrospectivo foram analisados os processos clínicos de indivíduos adultos com infecção crónica por VIH-1 e seguidos em consulta no Serviço de Doenças Infecciosas do Hospital de Santa Maria, entre 1985 até 2012, de modo a abranger o período pré-HAART (highly active antiretroviral therapy) e HAART e sem diagnóstico prévio de insuficiência renal. O objectivo do estudo foi o de caracterizar a função renal desta população e analisar os factores de risco nos doentes a fazer terapêutica antirretroviral, particularmente, antes e após a introdução de tenofovir disoproxil fumarato (TDF), utilizando os marcadores ureia, creatinina, cistatina C e a taxa de filtração glomerular estimada (eTFG). Resultados: Foram analisados 89 processos clínicos, dos quais 70 eram do género masculino, com média de idades total a variar entre os 28,90 anos e os 83,30 anos, sendo que apenas sete doentes eram de raça negra. A principal via de transmissão foi a sexual (n=66) seguida pela partilha de materiais usados na administração endovenosa de drogas (n=11). O tempo de infecção, à data da consulta do processo clínico, variou entre os 6,90 anos e os 27,00 anos, sendo o tempo médio 18,10±4,84 anos. A taxa de filtração glomerular estimada revelou que, antes e após a toma de TDF, a maioria dos doentes apresentou valores dentro da normalidade: 93,2% antes da toma de TDF e 93,1% após a inclusão deste fármaco no esquema terapêutico, obtendo-se resultados idênticos do doseamento da cistatina C. Conclusões: Não se obteve evidência estatística de que a taxa de filtração glomerular estimada fosse afectada pelo género, peso, raça ou via de transmissão da infecção, bem como com o tempo de diagnóstico e número de comorbilidades associadas, estando os doentes medicados ou não com TDF. Como esperado, a eTFG apresentou correlação estatisticamente significativa com a idade dos doentes. Após a toma do fármaco TDF, verificou-se um incremento nos valores de linfócitos T CD4+ e uma diminuição significativa da carga viral. O TDF mostrou-se ser um fármaco com perfil renal seguro.

The introduction into clinical practice of increasingly powerful and effective antivirals, as in the treatment of the infection by the human immunodeficiency virus has led to an increased incidence of nephrotoxicity associated to these drugs. Material and methods: Retrospective study where medical records of HIV infected adults followed up at the Infectious Diseases Department, at Santa Maria Hospital, were retrieved, from 1985 until 2012, to cover the pre-HAART and HAART periods, without previous diagnosis of renal failure, in according to clinical records. The aim of the study was to characterize renal function and analyze risk factors in these patients receiving antiretroviral therapy, particularly before and after the introduction of tenofovir disoproxil fumarate (TDF) using the markers urea, creatinine, cystatin C and the estimated glomerular filtration rate (eGFR). Results: 89 medical records were analysed, 70 of which were male, with a total age average varying between 28,90 years old and 83,30 years old, being only seven patients black. The main form of transmission was sexual (n = 66) followed by the sharing of materials used in intravenous administration of drugs (n = 11). The time of infection, up to the medical records analysis, ranged between 6,90 years and 27,00 years, with an average of 18,10 ± 4,84 years. The estimated glomerular filtration rate showed that, before and after taking TDF, most patients showed values within the normal range: 93,2% before taking TDF and 93,1% after the inclusion of this drug in the regimen, yielding identical results of the measurement of cystatin C. Conclusions: No statistical evidence that the estimated glomerular filtration rate was affected by gender, weight, race and course of infection transmission, was achieved, as well as with the time of diagnosis and the number of associated comorbidities, being patients medicated with or without TDF. As expected, the eGFR showed a statistically significant correlation with the age of the patients. After taking TDF, there was an increase in CD4+ T cell values and a significant decrease in viral load. TDF also demonstrated a renal safety profile.

Tese de mestrado, Doenças Infecciosas Emergentes, Universidade de Lisboa, Faculdade de Medicina, 2017

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Valadas, Emília, 1962-
Contributor(s) Simões, Ana Maria Torres, 1976-
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents