Document details

Representações de Cabo Verde e dos cabo-verdianos: 1890-1910

Author(s): Varela, Edmilson Jesus Ramos Oliveira

Date: 2010

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10451/3415

Origin: Repositório da Universidade de Lisboa

Subject(s): História social - Cabo Verde - séc.19-20; Carácter nacional - Cabo Verde; Identidade colectiva - Cabo Verde; Etnicidade - Cabo Verde; Cabo Verde - História - séc.19-20; Teses de mestrado - 2010


Description

O nosso objectivo consiste em analisar como, no período que vai do Ultimatum britânico de 1890 à implantação de I República em Portugal (1910), se representavam o arquipélago de Cabo Verde e a sua sociedade, partindo do princípio que quem representava eram sobretudo os colonos portugueses e, por outro lado, de como os próprios cabo-verdianos se auto-representavam. Para a representação tanto do espaço como da sociedade em si, tivemos em linha de conta um conjunto de questões sociais, geográficas e territoriais, que nos permitiu, de uma forma clara, caracterizar e descrever quer o espaço, quer a sociedade cabo-verdiana no período estudado. Neste sentido e atendendo à nossa finalidade, dividimos o trabalho em três capítulos; No primeiro, analisámos a sociedade cabo-verdiana da época e de maneira a perceber de que sociedade se está a falar, caracterizando-a do ponto de vista social, cultural e religiosa; No segundo, abordamos a questão da identidade cultural, o que nos permitiu descrever a sua representação e o sentimento de pertença da sociedade caboverdiana; Finalmente, no terceiro e último capítulo, caracterizámos o espaço, falando da identidade geográfica propriamente dita, concluindo como se representava Cabo Verde – província/colónia ou África.

ABSTRACT: Our main goal is to analyse how was represented the archipelag of Cape Verde and their society, in the period that goes from the British Ultimatum in 1890 to the deployment of the First Republic in Portugal (1910), assuming that those who were mainly represented were the Portuguese colonists, and on the other side, as Cape Verde's own self-represented. To represent both space and society, we took a whole line of social analysis, both geographical and territorial, which allowed us in a clear way to characterize and describe either space or Cape Verdean society in the period previously studied. By this, given our purpose, we divided our work into three chapters; In the first chapter, we analyzed the Cape Verdean society at that time, to understand what kind of society we are talking about, in a social, cultural, and religious point of view; In the second chapter, we analysed the issue of cultural identity, that allowed us to describe the representation, either as African or Portuguese, or even as indigenous / native Cape Verdeans; In the third and final chapter, we characterized the space, discussed the geographic identity, and reached to a conclusion of how was Cape Verde represented – as a province / colony or Africa.

Tese de mestrado - História Contemporânea - Universidade de Lisboa, Faculdade de Letras - 2010

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Matos, Sérgio Campos,1957-
Contributor(s) Varela, Edmilson Jesus Ramos Oliveira
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents