Document details

Qual o risco de desenvolvimento de distúrbios do comportamento alimentar em estudantes de dietética e nutrição? Comportamento e hábitos alimentares, estado nutricional, composição corporal e actividade física

Author(s): Mealha, Vanessa Filipa Vieira da Silva, 1986-

Date: 2012

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10451/6830

Origin: Repositório da Universidade de Lisboa

Subject(s): Comportamento alimentar; Hábitos alimentares; Estudantes de nutrição; Teses de mestrado - 2012


Description

Introdução: as mudanças do comportamento alimentar dos estudantes universitários são frequentes e têm sido alvo de estudo. Nas estudantes de Nutrição, o risco de desenvolvimento de distúrbios alimentares parece evidente, embora a investigação nesta área seja escassa. Objectivos: determinar o risco de desenvolvimento de distúrbios alimentares em estudantes de Dietética/Nutrição; comparar o seu comportamento alimentar, hábitos alimentares, estado nutricional, composição corporal e prática de actividade física com os de estudantes de outros cursos (de saúde e não saúde); comparar as diferentes variáveis nas estudantes do primeiro e último ano do curso de Dietética/Nutrição; relacionar as variáveis entre si. Metodologia: estudo transversal, observacional e comparativo. A amostra incluiu 189 estudantes do sexo feminino, entre os 18 e 25 anos (20,3±2,0), do 1.º e 4.º ano de dois estabelecimentos do ensino superior público. Na avaliação das estudantes recorreu-se a questionários validados para a população portuguesa (TAA, EDI, QFA e IPAQ) e a medições corporais (peso, altura, perímetro de cintura e massa gorda). Resultados: o risco de desenvolvimento de distúrbios alimentares revelou-se baixo (4,2%). Entre as estudantes dos três cursos verificou-se homogeneidade no comportamento alimentar, estado nutricional e composição corporal, diferenças estatisticamente significativas nos hábitos alimentares e actividade física. No 1.º e 4.º ano de Dietética/Nutrição observaram-se diferenças ao nível do comportamento alimentar, estado nutricional e hábitos alimentares; obtiveram-se correlações significativas entre as variáveis analisadas. Discussão: apesar do baixo risco de desenvolvimento de distúrbios alimentares, constatou-se uma elevada percentagem de estudantes com preocupações com o peso e imagem corporal; as estudantes de Dietética/Nutrição apresentaram consumos alimentares mais adequados, sugerindo que um maior conhecimento, aliado a uma maior exposição ao tema, as beneficia. Conclusão: os resultados sugerem a importância de se desenvolverem mais estudos com estudantes de Dietética/Nutrição, a fim de se equacionar a necessidade de intervenção precoce.

Introduction: university students’ changes in eating behavior are common and widely studied. Although the risk of developing eating disorders seems to be obvious among students of nutrition, there is a lack of research in this field. Objectives: to determine the risk of eating disorders’ development in students of Dietetics and Nutrition; to compare their eating behaviors, food habits, nutritional status, body composition and practice of physical activity with those of other college students, both from health courses and other courses; to compare these variables between students of Dietetics and Nutrition in the first and last year of college; to establish correlations between these variables. Methods: cross-sectional and comparative study. The sample included 189 female students, aged 18 to 25 years old (20.3±2.0), from the first and last years of college in two public schools. All students were measured (weight, height, body fat percentage and waist circumference) and asked to answer four validated questionnaires, to assess data related to eating behavior, food patterns and physical activity. Results: we found a low risk of eating disorders’ development among these students (4.2%). There were no significant statistical differences between students from Dietetics and Nutrition, health courses and other courses concerning eating behavior, nutritional status and body composition. Differences between these students in terms of food habits and physical activity were found. Significant statistical differences among the two years of Dietetics and Nutrition course were found in eating behavior, nutritional status and food habits. Some significant correlations between variables were also identified. Discussion: despite the low risk of eating disorders among this population, we observed a large percentage of students with body weight concerns. Students of Dietetics and Nutrition appeared to have better food habits than other students, suggesting that more knowledge and a higher exposition to it, is beneficial. Conclusion: results suggest the importance of more research in this population, in order to identify the need for intervention.

Tese de mestrado, Nutrição, Faculdade de Medicina, Universidade de Lisboa, 2012

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Veiga, Luísa Maria da; Ravasco, Paula, 1975-
Contributor(s) Mealha, Vanessa Filipa Vieira da Silva, 1986-
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents