Document details

A experiência e a satisfação com o parto e a confiança nos cuidados maternais

Author(s): Casquilho, Fernanda Maria da Silva

Date: 2008

Origin: Repositório da Universidade de Lisboa

Subject(s): Maternidade; Experiência de parto; Satisfação; Anestesia epidural


Description

Este estudo tem como objectivo aprofundar o conhecimento relativo: 1) à possível influência do tipo de parto anestesia na avaliação da experiência de parto; 2) à possível influência da percepção materna acerca do parto na confiança para cuidar do seu bebé. 120 puérperas utentes da Maternidade Dr. Alfredo da Costa com idades compreendidas entre os 20 e 39 anos de idade, participaram nesta investigação no período compreendido entre 3 de Agosto e 4 de Setembro de 2008. Após consentimento informado, as participantes preencheram os seguintes questionários: Questionário sócio-demográfico, Questionário de Experiência e Satisfação com o Parto (QESP) (Costa, Figueiredo, Pacheco, Marques & Pais, 2004) e Mother and Baby Scales (MABS) (Wolke, 1995). Os resultados indicam que: a) as mulheres com parto eutócico e anestesia epidural conseguem um maior grau de relaxamento e experienciam de modo mais positivo o parto, em comparação com as mulheres com parto eutócico sem anestesia epidural, não tendo sido possível verificar se o mesmo acontece em relação às condições e cuidados prestados, à experiência positiva, ao suporte social, às preocupações e à vivência pós-parto, b) as mulheres com parto distócico por via instrumental e anestesia epidural experimentaram mais sentimentos negativos durante o trabalho de parto e parto, como medo, mal-estar e dor, mas consideram-se mais satisfeitas com a sua experiência de parto, de uma forma global, avaliandoo como mais positivo do que as mulheres com parto distócico por cesariana e anestesia epidural, c) tanto as mulheres com parto eutócico com anestesia epidural como as mulheres com parto eutócico sem anestesia epidural se sentem igualmente confiantes para cuidarem dos seus bebés e d) as mulheres com parto distócico por via instrumental com anestesia epidural sentem-se mais confiantes para cuidarem dos seus bebés, em comparação com as mulheres com parto distócico por cesariana com anestesia epidural. Verificou-se, também, a existência de uma correlação positiva entre a avaliação da experiência e satisfação da mulher com o parto e a confiança global da mãe para cuidar do seu bebé.

This study aims to deepen knowledge on: 1) the possible influence of the type of anesthesia in labor-evaluation of the experience of childbirth, 2) the possible influence of maternal perceptions about the birth upon the trust to take care of the baby. 120 newly mothers of the Maternity Dr. Alfredo da Costa aged between 20 and 39 years old, participated in this research in the period between Aug. 3 and Sept. 4, 2008. After informed consent, participants filled out questionnaires: the socio-demographic Questionnaire, the 'Childbirth Experience and Satisfaction Questionnaire' (QESP) (Costa, Figueiredo,Pacheco & Pais, 2004) and the Mother and Baby Scales (MABS) (Wolke, 1995). Results indicate: a) women with eutocic childbirth and epidural anesthesia will present a greater degree of relaxation and a more positive experience of childbirth compared with women with eutocic childbirth without epidural anesthesia (it was not possible to verify if the same happens about conditions and care, positive experience, social support, concerns and experience postpartum), b) women with distocic childbirth through instrumental and epidural anesthesia experienced more negative feelings during labor and childbirth, fear, malaise and pain, but considered to be more satisfied with their experience of childbirth, overall, assessing it as more positive than women with distocic childbirth by caesarean section and epidural anesthesia, c) both women with eutocic childbirth with epidural anesthesia and women eutocic childbirth without epidural anesthesia feel equily confident to take care of their babies and d) women with distocic childbirth through instrumental and epidural anesthesia feel more confident to take care of your babies, when compared with women with distocic childbirth by caesarean section and epidural anesthesia. There was a positive correlation between the assessment of women's experience and satisfaction with the childbirth and overall confidence of the mother to take care of the baby.

Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia Clínica e da Saúde/Núcleo de Psicologia Clínica Dinâmica), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação, 2008

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Justo, João Manuel Rosado de Miranda, 1958-
Contributor(s) Casquilho, Fernanda Maria da Silva
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents