Document details

Bat species vulnerability to forest fragmentation in the Central Amazon

Author(s): Farneda, Fábio Zanella, 1984-

Date: 2013

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10451/9801

Origin: Repositório da Universidade de Lisboa

Subject(s): Morcegos; Fragmentação de habitats; Amazónia - Brasil; Teses de mestrado - 2013


Description

1. To understand the ecological trait interspecific variation on the capacity of bat species to persist in fragments and recolonize new patches in the fragmented landscape is fundamental for the creation of conservation effective plans. In this context, the study assesses 26 bat species vulnerability in a forest fragmentation local scale with low fragment-matrix contrast. 2. The study was carried out in Biological Dynamics of Forest Fragments Project (BDFFP), Central Amazon, Brazil. Bats were captured over a 2-year period in 8 forest fragments and 3 control plots of continuous forest, considering the interior, the edge and the matrix at the each local. The ecological traits values were obtained from our capture data and/or literature: (1) abundance in continuous forest, (2) body mass, (3) edge-sensibility, (4) matrix tolerance, (5) trophic level, (6) dietary specialization, (7) vertical stratification, (8) mobility, (9) wing morphology, (10) ecological scaled landscape indices (ESLIs). After phylogenetic correction, these variables were used separately and in combination to assess their association with two indices of fragmentation sensitivity: species prevalence (proportion of fragments occupied) and change in abundance. The correlation between the different traits and the environmental gradients were assessed using the RLQ and fourth-corner analysis. 3. Model selection based on Akaike’s information criterion identified abundance in continuous forest as the best correlate of vulnerability to fragmentation. The main positive relationships found for the RLQ analysis was between abundance in continuous forest and forest fragmentation, and animalivorous bats and continuous forests. Abundance in continuous forest and trophic level also showed positive correlations with the fragmentation according to fourth-corner analysis, as well as edge-sense and matrix tolerance. 4. Synthesis and applications. Our results support that environmental filters and ecological traits consistently shape the bat assemblages in BDFFP fragmented landscape. The fragmented landscape will selectively benefit the most abundant, more matrix tolerant, less edge-sensitive and frugivorous species. The structural and functional connectivity among remnant patches is a main factor allowing persistence and dispersal of the species, mainly of those with low ability to use the matrix and the small fragments (≤ 10 ha). As a practical suggestion to minimize local extinctions, investment in the creation, restoration and maintenance of natural corridors is recommended, as well as the management of the matrix by improving its quality.

1. Entender a variação interespecífica das características ecológicas sobre a capacidade das espécies de morcegos de persistir em fragmentos e recolonizar novas áreas na paisagem fragmentada é fundamental para a criação de planos efetivos de conservação. Neste contexto, o estudo avalia a vulnerabilidade de 26 espécies de morcegos em uma escala local de fragmentação florestal com baixo contraste entre fragmentos-matriz. 2. O estudo foi conduzido nas áreas do Projeto Dinâmica Biológica de Fragmentos Florestais (PDBFF), Amazônia Central, Brasil. Os morcegos foram capturados ao longo de 2 anos em 8 fragmentos florestais e 3 áreas controle de floresta contínua, considerando o interior, a borda e a matriz de cada local. Os valores das variáveis ecológicas foram obtidos de nossos dados de captura e/ou de literatura: (1) abundância em floresta contínua, (2) tamanho corporal, (3) sensibilidade ao efeito de borda, (4) tolerância à matriz, (5) nível trófico, (6) especialização da dieta, (7) estratificação vertical, (8) mobilidade, (9) morfologia de asa, (10) índices de conectividade funcional (ESLIs). Após uma correção filogenética, as variáveis foram usadas separadamente e em combinação para avaliar sua associação com dois índices de sensibilidade à fragmentação: prevalência das espécies (proporção de fragmentos ocupados) e variação na abundância. As correlações entre diferentes características e gradientes ambientais foram avaliadas utilizando as análises RLQ e fourth-corner. 3. O critério de informação de Akaike identificou abundância em floresta contínua como o melhor modelo para explicar a vulnerabilidade à fragmentação. As principais relações positivas encontradas pela análise RLQ foram entre abundância em floresta contínua e fragmentação florestal, e morcegos animalívoros e florestas contínuas. Abundância em floresta contínua e nível trófico também apresentaram correlações positivas com a fragmentação pela análise fourth-corner, bem como sensibilidade ao efeito de borda e tolerância à matriz. 4. Síntese e predições. Nossos resultados confirmam que os filtros ambientais e as variáveis ecológicas moldam as comunidades de morcegos na paisagem fragmentada do PDBFF. A paisagem fragmentada vem seletivamente beneficiar as espécies mais abundantes, mais tolerantes à matriz, menos sensíveis aos efeitos de borda e frugívoras. A conectividade estrutural e funcional entre fragmentos remanescentes é o principal fator para a persistência e dispersão das espécies, principalmente daquelas com baixa capacidade de usar a matriz e os pequenos fragmentos (≤ 10 ha). Como sugestão prática para minimizar as extinções locais, é recomendando o investimento na criação, restauração e manutenção de corredores naturais, bem como uma gestão da matriz que melhore sua qualidade.

Tese de mestrado. Biologia (Biologia da Conservação). Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências, 2013

Document Type Master thesis
Language English
Advisor(s) Meyer, Christoph; Bobrowiec, Paulo Estefano Dineli
Contributor(s) Farneda, Fábio Zanella, 1984-
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents