Document details

(des) Continuidades: uma perspectiva sobre a reconexão do território difuso

Author(s): Monteiro, Jorge Nuno Sousa Corrêa

Date: 2016

Persistent ID: http://hdl.handle.net/11067/3117

Origin: Lusíada - Repositório das Universidades Lusíada

Subject(s): Arquitectura; Planeamento Urbano; Desenvolvimento urbano


Description

O tema da dispersão territorial procura, mais do que um retrato de uma nova realidade, a compreensão sobre a relação entre o homem e território e quão determinante esta pode ser nas configurações urbanas. Nebulosa urbana, cidade difusa, exurbia, urban sprawll, periurbano, entre outras, representam todo um novo conjunto de definições e conceitos criados para tentar explicar o fenómeno da dispersão, cada um deles afeto a um contexto geográfico especifico, mas todos semelhantes o suficiente para garantir que este é um fenómeno verdadeiramente global. Assim, esta nova configuração vem acrescentar um elevado grau de dificuldade na forma como lemos e vivemos as cidades, se tanto, está por de trás de toda uma série de problemas (extensivamente documentados) no espaço urbano. Como tal, a principal dificuldade prende-se com a impossibilidade na reversão de muitos destes problemas, isto é, a cidade explodiu e os fragmentos que desta se soltaram ocupam agora o território em manchas indestintas e desarticuladas, sem sentido de coesão e continuidade. Poderá como tal a solução passar por uma reorganização e reconexão destes fragmentos? Mais ainda, poderão ser todos os aspetos desta desta nova realidade considerados como nefastos? Sem que seja possível aproveitarmos algumas das suas caracterizações fundamentais? Estas sãos algumas das questões que motivam a presente dissertação, num exercícioque procura sobretudo a compreensão de uma determinada realidade onde a solução nunca é óbvia ou definitiva.

The subject of territorial dispersion seeks, more than a portrait of a new reality, to understand the relation between men and territory, and how determinant it can be to the urban configurations. Urban nebula, diffused city, exurbia, urban sprawl, periurban, among others, represent a whole new setting of terms and definitions created with the sole purpose of explaining the phenomenon of dispersion, each one of them regarding a specific geographical context, but among them, similar enough to guarantee that this is truly a global phenomenon. This new configuration adds up to the difficulty on how we reed and live the cities and territory, if so, it’s in the root of a more vast set of problems (extensively documented) concerning the urban space. As such, the biggest difficulty lays in the impossibility of reversing many of these problems, or rather, the city bursted and its fragments are now scattered across the territory, composing an indistinct and unarticulated constellation, with no sense of cohesion or continuity. Can the solution be to reorganize and reconnect these fragments? Even so, should every fact concerning the phenomenon of dispersion be considered bad? Without being possible to make the best out of some of its fundamental specifics? These are some of the questions that drive the present dissertation, in an exercise that aims mostly and foremost towards the comprehension of a certain reality in which the solution is neither obvious nor definitive.

Exame público realizado em 20 de Março de 2017, às 17H30.

Dissertação de mestrado em Arquitectura.

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Alves, Francisco Peixoto
Contributor(s) Monteiro, Jorge Nuno Sousa Corrêa
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo