Document details

As competências gerais e específicas desenvolvidas nos cursos de contabilidade do 1.º ciclo do ensino superior em Portugal : perceções dos estudantes finalistas, dos docentes de contabilidade e dos contabilistas certificados

Author(s): Domingos, Alexandra Margarida Clemente Rodrigues, 1977-

Date: 2017

Persistent ID: http://hdl.handle.net/11067/3709

Origin: Lusíada - Repositório das Universidades Lusíada

Subject(s): Contabilidade - Estudo e ensino (Superior) - Portugal; Estudantes universitários - Atitudes; Contabilistas - Prática profissional - Portugal


Description

O presente trabalho de investigação intitula-se: “As competências gerais e específicas desenvolvidas nos cursos de contabilidade do 1.º ciclo do ensino superior em Portugal: perceções dos estudantes finalistas, dos docentes de contabilidade e dos contabilistas certificados”. Este estudo pretende contribuir para um conhecimento mais aprofundado das competências desenvolvidas no 1.º ciclo do ensino superior da Contabilidade e da importância que os contabilistas certificados atribuem a essas competências para o desempenho da atividade profissional. Tem como objetivo definir um modelo global de competências que promova a adequação do perfil dos diplomados como profissionais nesta área do conhecimento, em consonância com os desafios e com as expectativas do mercado de trabalho. Para o estudo foi construído um questionário de competências associadas ao ensino superior da Contabilidade, aplicado a uma amostra de 892 indivíduos, composta por 345 estudantes finalistas, 155 docentes de Contabilidade e 392 contabilistas certificados. Os dados obtidos através das respostas ao questionário foram submetidos a tratamento e análise estatística com recurso ao programa estatístico Statistical Package for Social Sciences. Paralelamente, realizaram-se 10 entrevistas confirmatórias junto de especialistas conhecedores do tema com o intuito de confirmar os resultados obtidos. A análise dos resultados permite concluir que há quatro modelos globais de competências gerais e quatro modelos globais de competências específicas, sendo dois para os estudantes finalistas, dois para os docentes de Contabilidade, dois para os contabilistas certificados e dois para o total dos inquiridos. No modelo global de competências gerais, verifica-se que a dimensão “trabalho em equipa e tolerância à pressão” é a mais desenvolvida, quer na perspetiva dos 345 estudantes finalistas (xm=5,44), quer dos 892 inquiridos (xm=5,49). Na perspetiva dos docentes de Contabilidade, a dimensão “resolução de problemas” é a mais desenvolvida pelos estudantes (xm=6,14). Por outro lado, os contabilistas certificados consideram que a dimensão “análise e integração da informação para a resolução de problemas” (xm=5,45) é das mais importantes para o desempenho da atividade profissional. Quanto ao modelo global de competências específicas, verificou-se que o total dos 892 inquiridos tem a mesma perceção quanto à dimensão “conhecimentos especializados” (xm=5,84). Esta dimensão é assim considerada pelos estudantes finalistas (xm=5,61) e pelos docentes de Contabilidade (xm=6,42) como a mais desenvolvida e pelos contabilistas certificados como das mais importantes para o desempenho da profissão (xm=5,83). As entrevistas confirmatórias permitiram concluir que a totalidade dos entrevistados confirma que a compreensão da linguagem técnica contabilística é uma das competências que os diplomados em Contabilidade trazem mais desenvolvida a par da capacidade para preparar as demonstrações financeiras (90%). Já a capacidade de estruturar um painel de gestão com informação útil para a tomada de decisão é considerada como a menos desenvolvida ao longo do percurso académico (100%), tal como a capacidade de planificar o trabalho, a capacidade de organizar a informação e a capacidade de reportar a informação (80%). Verificou-se ainda que 90% dos entrevistados confirmam que a competência geral mais desenvolvida é a capacidade para trabalhar em equipa, não obstante 80% considerarem que os diplomados não conseguem avaliar a qualidade do trabalho realizado. Se 90% dos entrevistados consideram que o ensino superior de Contabilidade prepara tecnicamente bem os seus estudantes, 80% referem que uma das lacunas é a falta de ligação entre a teoria e a prática. Não obstante, 80% dos entrevistados referem que o ensino superior da Contabilidade tem evoluído bastante nos últimos tempos devido à existência de uma unidade curricular de simulação empresarial.

Tese de doutoramento em Gestão, Universidade Lusíada de Lisboa, 2017

Exame público realizado em 18 de Dezembro de 2017

Document Type Doctoral thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Coelho, Maria Manuela Martins Saraiva Sarmento, 1952-; Duarte, Maria Manuela Ramos Fernandes Rebelo, 1948-
Contributor(s) Domingos, Alexandra Margarida Clemente Rodrigues, 1977-
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents