Document details

O sistema financeiro português após entrada na zona euro

Author(s): Bretes, Ana Lisete Neves de Almeida, 1990-

Date: 2018

Persistent ID: http://hdl.handle.net/11067/3773

Origin: Lusíada - Repositório das Universidades Lusíada

Subject(s): Política monetária - Portugal; Zonas monetárias - Países da União Europeia; Instituições financeiras - Portugal; Zona euro


Description

O presente trabalho de investigação tem como intuito investigar sobre o sistema financeiro português, particularmente, num contexto de moeda única. Permite adquirir uma melhor compreensão sobre os resultados da adesão à moeda única para este sector pelo que, neste sentido, se começa por enunciar a importância do sistema financeiro para a atividade económica. São referidos os riscos inerentes à atividade das instituições financeiras, os diferentes mecanismos de supervisão bem como são abordados temas interligados com a canalização de poupança para investimento. Descrevem-se ainda os princípios, a criação e os reflexos da moeda única para o sistema financeiro português. A moeda única permitiu o desenvolvimento do sistema financeiro em Portugal e facilitou o acesso ao crédito, contudo, a concessão de crédito em demasia provocou o aumento do crédito em risco colocando o país numa posição frágil. Posteriormente começaram a surgir obstáculos na capacidade de financiar as empresas o que se refletiu na estagnação da economia portuguesa. Através da pesquisa realizada no decorrer da revisão da literatura, bem como por intermédio de uma série de entrevistas e inquéritos realizados, foi possível reunir um conjunto de elementos bastante úteis que possibilitaram alcançar os objetivos propostos. O trabalho de campo efetuado junto de indivíduos que desempenham funções no sector permitiu confirmar a existência de falhas, desafios e limitações por parte do sistema financeiro, as quais devem ser considerados de forma a reforçar a existência de um sistema que funcione adequadamente e com capacidade para financiar sectores rentáveis da economia.

This present research work has the purpose to investigate the Portuguese financial system, particularly, in the context of a single currency. It allows a better understanding of the single currency beginning by stating the importance of the financial system for economic activity. It states the inherent risks to the financial institutions’ activity, the different supervisory mechanisms, as well as issues related with the convergence of savings for investment. The principles, the creation and the reflexes of the single currency for the Portuguese financial system are also described. The single currency allowed the development of the financial system in Portugal and facilitated the access to credit, however, the granting of too much credit has led to an increase in non-performing loans, placing the country in a fragile situation. Consequently, obstacles began to appear in the ability to fund companies, which was reflected in the stagnation of the Portuguese economy. Through the research conducted during the literature review, as well as through a series of interviews and enquiries, it was possible to gather a set of very useful elements that allowed to reach the proposed objectives. The field research work was performed with individuals who work in the sector and confirmed the existence of challenges, limitations and downfalls of the financial system. These should be considered to reinforce the existence of a system that functions properly and is capable to fund profitable sectors in the economy.

Dissertação de mestrado em Gestão, Universidade Lusíada de Lisboa, 2017

Exame público realizado em 2 de Março de 2018

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Coelho, Maria Manuela Martins Saraiva Sarmento, 1952-
Contributor(s) Bretes, Ana Lisete Neves de Almeida, 1990-
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents