Detalhes do Documento

As implicações da introdução do Euro

Autor(es): Maio, Mário Alberto Nunes cv logo 1

Data: 2005

Identificador Persistente: http://hdl.handle.net/10400.2/648

Origem: Repositório Aberto da Universidade Aberta

Assunto(s): Economia; União Monetária; Gestão de empresas; Mercados financeiros; Política monetária; Contabilidade; Euro


Descrição
Dissertação de Mestrado em Contabilidade e Finanças Empresariais apresentada à Universidade AbertaA criação de uma moeda única, o EURO, para alguns dos países da Europa, constituiu um marco histórico das últimas décadas. A concretização da União Económica e Monetária era condição fundamental de um mercado sem fronteiras, mas este alargamento veio provocar profundas alterações em certos ramos de actividade, e consequentemente, na estrutura económico-financeira das empresas. A natureza deste impacto veio gerar consequências de vária ordem, nomeadamente estratégicas, comerciais, financeiras, contabilísticas, informáticas e jurídicas. Neste contexto, os gestores tiveram que se mentalizar que estavam perante uma nova realidade, e que teriam que adoptar estratégias no sentido de que a adopção do EURO não seria uma ameaça, mas sim uma excelente oportunidade. A redenominação e o cumprimento dos capitais sociais mínimos foram duas das implicações da introdução do EURO para as sociedades portuguesas, levando-as assim a ficar mais próximo das suas irmãs europeias. Mostramos, através de um estudo empírico limitado, como as nossas empresas se adaptaram e puseram em prática esta nova realidade
Tipo de Documento Dissertação de Mestrado
Idioma Português
Orientador(es) Fortes, Naia
delicious logo  facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
degois logo
mendeley logo

Documentos Relacionados