Document details

International News Reporting in the Multidimensional Network: The socio-demographics, professional culture and newswork of foreign correspondents working across Sub-Saharan Africa

Author(s): Vicente, Paulo Nuno Gouveia

Date: 2013

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10362/10798

Origin: Repositório Institucional da UNL

Subject(s): Correspondentes internacionais; Jornalismo em rede.; Media dos cidadãos; Media sociais; Pro-am; Rede multidimensional de correspondências; Reportagem internacional


Description

Uma porção significativa do nosso conhecimento quotidiano sobre a África Subsaariana provém do trabalho dos repórteres internacionais. Contudo, e ainda que estes actores desempenhem um papel crítico na comunicação do Outro distante, frequentemente criticado pelos seus défices representacionais, a investigação académica sobre o trabalho dos correspondentes internacionais tem sido consideravelmente negligenciada: encontra-se desactualizada em décadas, carecendo de um exame sistemático das realidades efectivas do jornalismo em África e da evolução do trabalho de Pro-Ams e organizações de media dos cidadãos, suportados por meios digitais ligados em rede. Esta tese tem como objecto a caracterização e análise sociodemográfica destes indivíduos, das suas culturas profissionais e trabalho noticioso. Inspecciona trajectórias de longo curso no jornalismo internacional, combinando-as com desenvolvimentos de curto prazo baseados nas transformações na microelectrónica e digitalização. São delineadas três linhas de inquérito: quem está realmente a reportar em todo o continente, quais são as principais características das culturas ocupacionais e os constrangimentos que impendem sobre as rotinas de produção dos trabalhadores noticiosos. Avaliamos como estão os repórteres internacionais a reposicionar-se num ambiente comunicacional em transformação, como interpretam a sua própria ocupação e o papel dos actores emergentes na esfera mediática transnacional. Simultaneamente, contribuímos com uma investigação exploratória sobre as actividades das organizações de media dos cidadãos. Para cumprir estes objectivos, conduzimos o primeiro questionário online Pan-Africano de que há registo sobre o trabalho dos repórteres internacionais, recolhendo respostas de 124 participantes em 41 países. Estes resultados são complementados através de entrevistas semiestruturadas com 43 jornalistas profissionais, em Nairobi, Dakar e Joanesburgo. Os resultados obtidos desafiam a narrativa que apresenta a reportagem internacional como uma espécie em extinção. Ao invés, suportam uma visão diferenciada entre continuidades localizadas e rupturas localizadas na contemporânea e pós-industrial esfera mediática: a sua sociodemografia expressa uma nova economia da correspondência internacional caracterizada por uma considerável precariedade, particularmente no caso dos trabalhadores independentes (freelance), enquanto a utilização de media digitais ligados em rede conduz o campo a uma confederação de correspondências com múltiplas camadas. O campo não é já um território exclusivo de profissionais e estes têm agora de lidar com a escala sem precedentes de conteúdos gerados pelos utilizadores e reacções directas. Os profissionais despendem uma muito considerável porção de tempo diário na Internet, o que sugere uma mudança de paradigma nas práticas de recolha informativa e, em última análise, na sua cultura epistemológica.

Tese apresentada para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Doutor em Media Digitais

Document Type Doctoral thesis
Language English
Contributor(s) Vicente, Paulo Nuno Gouveia
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents