Document details

Pequenas arquiteturas para grandes túmulos: a microarquitetura no final da Idade Média

Author(s): Leal, Telmo Mendes

Date: 2014

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10362/20133

Origin: Repositório Institucional da UNL

Subject(s): Tumulária; Microarquitetura; Microarchitecture,; Tombs; Domínio/Área Científica::Humanidades::Artes; Domínio/Área Científica::Humanidades::Artes; Domínio/Área Científica::Humanidades::Artes


Description

A presente dissertação debruça-se sobre o fenómeno da microarquitetura, caraterizado, de forma bastante abreviada, pelo disseminar de formas próprias da arquitetura por uma diversidade de suportes onde não exercem, como naquela, funções estruturais, mas apenas decorativas. Isto é, são representações da arquitetura. Não se tratando de uma criação da Idade Média, nem a ela se delimitando, este fenómeno conhece especial fulgor nos últimos séculos da mesma, sobretudo no domínio da arte tumular, onde tal afirmação se torna mais evidente. Porém, permanece um campo pouco aflorado em Portugal, dentro do estudo da arte medieval. Dessa forma, traçar-se-á um panorama do estado da arte, tanto internacional quanto nacional, da investigação sobre a microarquitetura. Igualmente, partindo do denominador comum da arte tumular, que no caso português se traduz em quarenta e quatro casos onde podemos observar arquitetura miniaturizada, procura-se não só entender e definir o fenómeno, mas também descrever o caminho desenvolvido pelo mesmo. Este percurso é inaugurado na segunda metade do século XIII, onde encontramos as primeiras manifestações sólidas, prossegue pelos séculos XIV e XV e termina no início do XVI, momento em que as formas da arquitetura medieval acabam por dar lugar, enquanto referente, a um novo paradigma, já de feição moderna.

This dissertation explores the phenomenon of microarchitecture, here understood to refer generally to the dissemination of forms belonging to architecture on media where, unlike actual architecture, they do not play a structural role, being instead purely decorative. They constitute, therefore, representations of architecture. Though neither a medieval creation, nor restricted to this historical period, these elements were particularly favoured in the later centuries of the Middle Ages, all the more so in funerary sculpture. Despite their widespread presence, however, they remain a largely underexplored field in Portuguese medieval art studies. This dissertation thus firstly provides a historiographial review of research on microarchitecture both at national and international level. Next, taking funerary sculpture as a common denominator - which in Portugal translates into a body of fourty-four monuments featuring miniature architecture - it attempts to understand and define this phenomenon, while tracing its development over time. This overview starts in the second half of the 13th century, which witnessed what can be considered the first microarchitectural depictions on Portuguese monuments, and follows through the 14th and 15th centuries to end in the early 16th century, at a time when medieval architectural forms gave way to the new, early modern paradigm.

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Rodrigues, Jorge Manuel de Oliveira; Melo, Joana Ramôa
Contributor(s) Leal, Telmo Mendes
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents