Document details

Caracterização de novos genes envolvidos na resposta a stresse em Listeria monocytogenes

Author(s): Paulo, Ana Sofia da Encarnação Boavida

Date: 2018

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10362/37047

Origin: Repositório Institucional da UNL

Subject(s): Listeria monocytogenes; virulência; condições de stresse; antibióticos; sistema toxina/antitoxina; Domínio/Área Científica::Engenharia e Tecnologia::Outras Engenharias e Tecnologias; Domínio/Área Científica::Engenharia e Tecnologia::Outras Engenharias e Tecnologias; Domínio/Área Científica::Engenharia e Tecnologia::Outras Engenharias e Tecnologias


Description

Listeria monocytogenes é uma bactéria Gram-positiva patogénica em humanos. O ciclo de infeção desta bactéria intracelular é extremamente eficiente, tendo a bactéria a capacidade de transpor não só a barreira intestinal, mas também a fetoplacentária e hematoencefálica. Os genes lmo0467 e lmo0468 são genes de função desconhecida presentes no genoma de L. monocytogenes, mas não na espécie não patogénica L. innocua. Estes genes apresentam uma sobreposição de sequências, são co-transcritos e prevê-se que codifiquem para duas proteínas de baixo peso molecular, características típicas de sistemas toxina/antitoxina do tipo II. A análise por Northern blot revela que a exposição aos antibióticos cloranfenicol e ácido nalidíxico induz a expressão destes genes em Listeria. Indução também observada na exposição a outros antibióticos, nomeadamente canamicina, eritromicina e norfloxacina. No geral, estes resultados indicam que lmo0467 e lmo0468 são novos genes envolvidos na resposta a stresse em Listeria. Esta não é, no entanto, uma resposta geral, pois não foi observada na presença de outras condições de stresse, como a exposição ao antibiótico trimetoprim ou em condições de depleção nutricional. Num ensaio de expressão heteróloga destes genes em Escherichia coli, a sobreexpressão de Lmo0468 foi tóxica após indução. Este fenótipo foi observado com a sobreexpressão única de Lmo0468 ou em conjunto com Lmo0467. Lmo0467 funcionará como antitoxina e Lmo0468 como toxina de um novo módulo Toxina/Antitoxina (TA). A construção de três mutantes de deleção permitiu a avaliação da capacidade de formação de células persistentes na ausência destes genes. Com este trabalho foram identificados dois novos genes de resposta a stresse, que atuam em módulo e poderão constituir um novo sistema TA. É sugerido que os genes de resposta a stresse lmo0467 e lmo0468 poderão ser importantes na virulência desta bactéria e servir como potencial alvo no desenvolvimento de novos agentes antimicrobianos.

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Andrade, José; Arraiano, Cecília
Contributor(s) Paulo, Ana Sofia da Encarnação Boavida
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents