Document details

Avaliação do desempenho ambiental do sector agrícola em Portugal

Author(s): Sousa, Maria João Flôxo Contente de

Date: 2012

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10362/40901

Origin: Repositório Institucional da UNL

Subject(s): Agricultura; Indicadores de Desempenho Ambiental; Método EcoBlok; Análise Input-Output; Modelos input-output multi-regionais; Poluição incorporada no comércio internacional; Domínio/Área Científica::Engenharia e Tecnologia::Engenharia do Ambiente; Domínio/Área Científica::Engenharia e Tecnologia::Engenharia do Ambiente; Domínio/Área Científica::Engenharia e Tecnologia::Engenharia do Ambiente


Description

A integração da responsabilidade ambiental em cada sector económico tem ganho uma importância crescente na agenda política europeia. A avaliação dos impactes ambientais de cada sector, incluindo a identificação de aspectos-chave, é fundamental para a prioritização de acções e escolha de estratégias. O sector agrícola desempenha um papel fundamental à escala mundial, sendo responsável pela produção da quase totalidade dos alimentos consumidos mundialmente. É, no entanto, um grande consumidor de recursos e responsável por impactes ambientais severos. Neste trabalho pretende-se avaliar o desempenho ambiental do sector agrícola em Portugal. O método de avaliação baseou-se numa extensão da análise input-output aplicada a problemas ambientais. Utilizou-se um modelo input-output global, compreendendo 41 países e 35 sectores económicos. Procuraram identificar-se as principais pressões ambientais decorrentes da agricultura em Portugal, e ainda caracterizar as pressões importadas. O sector agrícola é um dos principais responsáveis pelas emissões de GEE, pelas emissões de outros poluentes atmosféricos e ainda pelo consumo de água. O trabalho demonstra a utilidade e o potencial de utilização de modelos IO na caracterização ambiental de sectores económicos. É possível avaliar os efeitos ambientais de diferentes cenários de produção e consumo, distinguir entre pressões domésticas e pressões importadas e efectuar comparações a nível internacional. Os resultados demonstraram ser altamente dependentes da qualidade e disponibilidade dos dados. Também os procedimentos de normalização necessários para a construção do modelo multi-regional influenciam os resultados, uma vez que agregam diferentes dados de muitas e variadas fontes. Outra limitação encontrada diz respeito ao nível de agregação dos sectores económicos, que restringe a profundidade da análise e as possibilidades de utilização do modelo. Há ainda uma grande falta de dados consistentes e abrangentes que permitam realizar uma análise robusta e completa.

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Melo, João
Contributor(s) Sousa, Maria João Flôxo Contente de
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents