Document details

De Colaborador a Embaixador da Marca. A Lusíadas Saúde como Estudo de Caso

Author(s): Menezes, Liliana Patricia Moreira de Souza e

Date: 2018

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10362/46502

Origin: Repositório Institucional da UNL

Subject(s): Branding; Identidade Visual; Comunicação Organizacional; Comunicação Interna; Lusíadas saúde; Visual Identity; Organizational Communication; Internal Communication


Description

A comunicação surge, atualmente, como uma disciplina autónoma no seio das organizações e, cada vez mais, sente-se a necessidade de definir o papel da mesma em ambiente organizacional. Neste âmbito, a comunicação interna assume um papel fundamental como ferramenta estratégica na gestão da imagem de uma marca. Através do estado da arte, irei incidir sobre alguns aspetos do branding corporativo, fazendo uma análise dos conceitos de identidade visual e comunicação corporativa, com o objetivo de compreender a influência da comunicação interna junto dos colaboradores. Esta temática está assente na ideia de que, geralmente, as empresas dedicam pouco da sua comunicação aos públicos internos, ao invés de a considerarem fundamental para o bom funcionamento da organização. Responsável pelo seu crescimento e desenvolvimento, funciona como um elo de ligação entre a comunidade interna e o mercado, tendo em vista a melhoria de resultados e o aumento da visibilidade da organização. Partindo da metodologia adotada, chega-se à conclusão que dificilmente se consegue criar uma boa imagem da organização junto dos mercados se os colaboradores não tiverem uma imagem positiva da organização a que pertencem. Quanto mais eficaz for a comunicação interna, maior é a notoriedade e reputação da organização. Os resultados obtidos confirmam que os colaboradores sentem vontade de representar a organização e que esta deve procurar fazer o elo de ligação entre os seus interesses e os públicos, utilizando a comunicação como forma de gerir conflitos, dando enfase aos públicos prioritários, para que sejam estes a influenciar, diretamente, os públicos externos.

Communication is becoming a crucial independent area within the corporate environment. Strategically speaking, Internal communication is essential when managing a company and their collaborators, to the develop and implement a brand. On my essay I purpose myself to look into the corporative branding, and its overall effects on the company’s collaborators. This topic is based on the impression that companies often dedicate little of their communication to internal audiences, perceived to be fundamental for the correct functioning of the organization. Owing to a necessity of growth and development, it is vital to create the linkage between the collaborators and the market, aiming to improve results and increase visibility within the organization. Bearing in mind the defined workflow, we concur that it is difficult to generate a good image of the organization in the external markets, when the collaborators, do not have a positive image of their employer. The more effective the communication within the organization, the greater the outcome, corroborating the employees desire to represent their organization, justifying the need of the employer to merge the internal and external communication, in a way that the priority target can be defined, highlighting their influence on external audiences

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Ferreira, Ivone
Contributor(s) Menezes, Liliana Patricia Moreira de Souza e
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents