Document details

A crise dos refugiados no Mediterrâneo - a cobertura jornalística em Portugal e proposta de modelo editorial

Author(s): Guerreiro, Débora Raquel Santos

Date: 2018

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10362/46729

Origin: Repositório Institucional da UNL

Subject(s): Jornalismo de direitos humanos; Jornalismo global; Migrações; Crise de refugiados; jornalismo de contexto; Jornalismo intercultural; Jornalismo digital


Description

A crise dos refugiados na Europa marcou a actualidade em 2015, gerou um grande debate mundial e tornou-se num tema que nunca mais saiu da agenda mediática e política. Tendo por base o papel desempenhado pelo jornalismo na modelação de percepções, pretendeu-se desenvolver um trabalho de projecto que acautelasse as melhores práticas de cobertura jornalística para as crises de refugiados. Com vista a um modelo editorial, foi projectada uma secção autónoma a ser integrada num periódico online, na qual se conjugam vários elementos: de actualidade, de explicação, de pendor humano e de contextualização da temática em causa, utilizando-se os diversos recursos da multimedialidade e do hipertexto. Para alcançar tal objectivo, foi divulgado um questionário, pois considerou-se pertinente saber qual a opinião do público face à cobertura feita pelos média portugueses. Foi também analisada a cobertura dos periódicos Observador e Público, no campo online, pelo período de uma semana. Através da análise do questionário e da análise de conteúdo, revelaram-se falhas na cobertura a vários níveis, nomeadamente na especialização dos conteúdos, na explicação e contextualização das peças, na falta de um maior comprometimento dos jornalistas com os direitos humanos, entre outros aspectos. O trabalho de projecto procurou, assim, colmatar as lacunas verificadas no tratamento de um assunto que, atendendo à existência de grandes movimentos migratórios pelo mundo, está longe de se esgotar.

The crisis of the refugees in Europe was a milestone in 2015, generating a great world debate and it became a topic that has never again left media and political agenda. Based on the role played by journalism in modeling perceptions, it was intended to develop a project that cautioned the best journalistic coverage practices for the crises of refugees. Looking for an editorial model, it was designed an autonomous section to be integrated into an online journal, combining several elements: actuality, explanation, human focus and contextualization of the referred subject, using the several resources of multimedia and hypertext. In order to achieve this objective, a survey was published, as it was considered relevant to know the public’s opinion regarding the coverage made by the Portuguese media. The online coverage of Observador and Público journals was also analyzed for a period of one week. Based on the analysis of the survey and the content analysis, some flaws came up in the coverage, at many levels, namely in the specialization of contents, in the explanation and contextualization of the news pieces, in the lack of a greater commitment of journalists towards the human rights, among other aspects. The project has thus sought to fill the gaps of a topic that, given the existence of major migratory movements around the world, it is far from its end.

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Silva, Dora Santos
Contributor(s) Guerreiro, Débora Raquel Santos
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents