Document details

Contribuição para o estudo de sistemas de tratamento de água para abastecimento associados à remoção de compostos farmacêuticos

Author(s): Cid, Joana Ferraz Leal de Sobral

Date: 2011

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10362/5721

Origin: Repositório Institucional da UNL

Subject(s): Compostos farmacêuticos; Água de abastecimento; Processos de tratamento de água para abastecimento; Eficiências de remoção


Description

Este trabalho pretende contribuir para o estudo de sistemas de tratamento de água para abastecimento associados à remoção de compostos farmacêuticos. Assim, para melhor compreender a importância da remoção dos compostos farmacêuticos da água para abastecimento surge uma abordagem sobre a presença dos compostos como contaminantes quando detectados no meio hídrico e as suas consequências ao nível ambiental. A sua presença no meio hídrico é consequência do consumo de medicamentos, da eliminação de medicamentos expirados, da descarga de efluentes tratados e não tratados urbanos e da indústria farmacêutica e dos hospitais. O uso crescente de medicamentos tornou-se um problema ambiental, potencialmente perigoso no futuro. No entanto, os estudos realizados não permitem uma análise conclusiva sobre os efeitos a longo prazo nos organismos aquáticos e terrestres, bem como para a saúde humana. A presença dos compostos farmacêuticos na água para consumo demonstra que os sistemas de tratamento convencionais têm uma eficiência reduzida na sua remoção. Deste modo, o presente trabalho pretende apresentar os processos de tratamento com maior eficiência de remoção de compostos farmacêuticos da água. Assim, consideram-se 4 compostos farmacêuticos: carbamazepina, diclofenaco, ibuprofeno e ácido clofíbrico, apresentam-se os efeitos farmacológicos indesejáveis resultantes da contaminação ambiental e sugerem-se os processos mais adequados para a sua remoção da água para abastecimento. Actualmente, as concentrações dos compostos seleccionados presentes no meio hídrico não apresentam efeitos nocivos para os organismos testados nem para a saúde humana nas concentrações existentes no meio hídrico. No entanto, se se verificar um aumento das concentrações no meio hídrico é necessário aferir os efeitos para as populações submetidas à sua presença. Na presente análise, e de acordo com a bibliografia consultada, a remoção de compostos farmacêuticos apresenta uma eficiência de remoção superior a 90 % através de processos de separação por membranas de nanofiltração, podendo a osmose inversa atingir 100% de remoção de determinados compostos farmacêuticos. Os sistemas de tratamento sugeridos neste trabalho apresentam elevadas eficiências de remoção para os compostos seleccionados, recorrendo a processos de tratamento com pré-filtração e osmose inversa conjugados.

Dissertação apresentada na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa para obtenção do grau de Mestre em Engenharia do Ambiente, perfil Engenharia Sanitária

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Almeida, Maria Gabriela
Contributor(s) Cid, Joana Ferraz Leal de Sobral
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents