Document details

Farmacologia da hipertensão

Author(s): Godinho, Ana Lúcia Madeira

Date: 2011

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10400.1/1478

Origin: Sapientia - Universidade do Algarve

Subject(s): Doenças cardiovasculares; Hipertensão arterial; Pressão arterial; Factores de risco; Anti-hipertensores


Description

As doenças cardiovasculares são a principal causa de morte a nível mundial. Factores como idade, hereditariedade, sedentarismo, dietas ricas em gorduras e sal, tabagismo, excesso de consumo de álcool, dislipidémias e hipertensão arterial aumentam o risco de desenvolver este tipo de doenças. A hipertensão arterial, ou seja, o constante aumento da pressão arterial acima dos valores normais, é uma das doenças crónicas mais comuns em todo o mundo, sobretudo nos países mais desenvolvidos. Existem determinados factores de risco que estão associados à hipertensão, como por exemplo, a alimentação rica em sal, o sedentarismo e a síndrome metabólica (obesidade, dislipidémia e diabetes). É possível distinguir duas formas de hipertensão: a hipertensão primária ou essencial, cuja causa é desconhecida (cerca de 90 a 95% dos casos), e a hipertensão secundária, na qual é possível identificar uma patologia responsável (cerca de 5 a 10% dos casos). Existem determinadas medidas dietéticas e hábitos de vida que, por si só, podem permitir o controlo da hipertensão. No entanto, existem casos em que é necessário recorrer ao uso de fármacos. Os principais grupos de fármacos anti-hipertensores são os inibidores do enzima de conversão da angiotensina, os antagonistas dos receptores da angiotensina, os bloqueadores dos canais de cálcio, os vasodilatadores, os diuréticos e os bloqueadores β. Na grande maioria dos casos de hipertensão, o controlo efectivo da pressão arterial só pode ser obtida pela combinação de, pelo menos, dois fármacos anti-hipertensores. Assim, com o desenvolvimento da presente monografia, pretende-se fazer uma abordagem farmacológica das diversas combinações de fármacos utilizadas no tratamento da hipertensão, para determinadas situações clínicas.

Dissertação de mest., Ciências Farmacêuticas, Faculdade de Ciências e Tecnologia, Univ. do Algarve, 2011

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Pinto, Rui
Contributor(s) Godinho, Ana Lúcia Madeira
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo