Document details

Otimismo, bem-estar psicológico e estratégias de coping em desempregados

Author(s): Giebels, Paula Cristina Agostinho

Date: 2013

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10400.1/3557

Origin: Sapientia - Universidade do Algarve

Subject(s): Psicologia da saúde; Psicologia clínica; Bem estar; Coping; Estratégia; Otimismo; Desemprego


Description

O trabalho ocupa desde os tempos primórdios um lugar de primazia na vida dos homens proporcionando os meios para a sua subsistência e a atual crise económica influencia significativamente o aumento do desemprego privando os sujeitos dos benefícios de exercerem uma atividade laboral. O objetivo deste estudo visa analisar o grau de otimismo, as estratégias de coping utilizadas para uma adaptação mais adequada a circunstâncias adversas e de bem-estar psicológico em indivíduos desempregados. Os dados foram recolhidos a partir de uma amostra constituída por 65 participantes (25 homens e 40 mulheres). Os resultados obtidos revelaram que, apesar da situação desafiadora que representa o desemprego, os valores de otimismo e bem-estar psicológico mantêm-se acima do valor médio da amplitude teórica. A estratégia de coping mais adotada por estes indivíduos foi o planeamento e a menos popular foi o uso de substâncias.

Dissertação de mest., Psicologia Clínica e da Saúde, Faculdade de Ciências Humanas e Sociais, Univ. do Algarve, 2013

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Vieira, Luís Sérgio
Contributor(s) Giebels, Paula Cristina Agostinho
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents