Document details

Liderança e bem-estar: o caso da hotelaria de cinco estrelas no Algarve

Author(s): Messias, Fernando Brás

Date: 2015

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10400.1/6839

Origin: Sapientia - Universidade do Algarve

Subject(s): Turismo; Hotelaria; Bem-estar; Liderança; Competências relacionais


Description

Esta investigação teve como objetivo compreender e descrever o bem-estar na hotelaria de cinco estrelas através da ação das chefias promotoras de bem-estar. Foi analisado o conceito de liderança, entendido como um processo de influência social mútuo entre líder e liderado, considerado como um fenómeno transversal às organizações humanas, construído no seio do grupo numa dinâmica relacional e num diálogo permanente entre génese e estrutura, ação e investigação. Foi igualmente analisado o conceito de bem-estar entendido como um constructo subjetivo multidisciplinar complexo percecionado pelo indivíduo, segundo critérios padronizados e avaliados somente por este, que integra uma componente cognitiva e uma componente afetiva, constituindo um fenómeno social estudado ao nível do indivíduo e da organização. Foram descritas as teorias da liderança e do bem-estar contemporâneas, apresentadas e desenvolvidas numa perspetiva de evolução histórica e de contributo mútuo para o enriquecimento da relevância social dos indivíduos nas organizações, salientando-se as teorias da liderança cujo quadro teórico nos leva à compreensão do objetivo da investigação, bem como as teorias da motivação e espiritualidade no trabalho. Por forma a diferenciar as perceções que os colaboradores apresentam dos chefes que promovem e dos que não promovem o bem-estar, foi utilizada a teoria dos constructos de George Kelly possibilitando a utilização de um questionário administrado a colaboradores de seis hotéis de cinco estrelas no Algarve. Foram validados para análise estatística 439 questionários e realizadas 33 entrevistas a chefias promotoras e não promotoras de bem-estar, tratadas por análise de conteúdo tendo em conta a obtenção da objetividade necessária para a interpretação do discurso das chefias retendo as principais diferenças entre os dois grupos. Os resultados mostraram que a liderança promotora de bem-estar se constrói em torno de duas dimensões – competências relacionais e competências da tarefa. As entrevistas às chefias comprovaram estes resultados na medida em que ficou demonstrado que as chefias promotoras de bem-estar e não promotoras de bem-estar apresentam diferenças significativas quanto à forma como constroem e desempenham o seu papel. Este trabalho contribuiu para a compreensão da liderança e do bem-estar na hotelaria de cinco estrelas, mostrando que a liderança promotora de bem-estar é um processo interpessoal, de transparência relacional e influência organizacional, orientado para o desempenho organizacional focalizado no autodesenvolvimento dos colaboradores.

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Mendes, Júlio; Monteiro, Ileana Pardal
Contributor(s) Messias, Fernando Brás
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents