Document details

Papel da acupunctura na indução do trabalho de parto

Author(s): Naguindás, Punit

Date: 2012

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10400.6/1113

Origin: uBibliorum

Subject(s): Acupunctura; Acupunctura - Trabalho de parto; Trabalho de parto - Indução farmacológica; Acupunctura - Parto - Constrangimentos


Description

A acupunctura é uma técnica milenar com origem na região da atual República Popular da China, baseada no princípio do equilíbrio de Energia Vital (Qi) e Sangue (Xue) que circulam pelo organismo. De acordo com a filosofia da Medicina Tradicional Chinesa, o fluxo de Qi e Sangue (Xue) encontra-se dependente do estado dos órgãos e da interação entre o ser humano e a Natureza. Em situação de patologia o Qi e Xue encontram-se em desequilíbrio, devendo ser restabelecido através da punção com agulhas e com a queima da Artemisa vulgaris (planta comumente utlizada) em pontos acupuncturais, por onde o Qi circula. Esta técnica despertou o interesse dos cientistas, que propuseram modelos teóricos que envolvem a libertação de péptidos opióides, dinorfinas, encefalinas e hormona adrenocorticotrófica após estímulos acupuncturais. No processo de indução do trabalho de parto, a técnica acupunctural estimula a neurohipófise a libertar ocitocina, induzindo contrações uterinas e atua ao nível da analgesia, aumentando o limiar da gestante à dor. Atualmente a acupunctura tem sido cada vez mais utilizada na indução do trabalho de parto em virtude dos problemas associados com a terapia farmacológica, acarretando redução do tempo médio do TP (varia entre 10 a 29 horas), da tensão psicológica no momento do parto, do número de falhas no processo de ITP (16,6%), da necessidade de instrumentalizar o parto (14%), do risco de hiperestimulação uterina e aumento da velocidade de maturação cervical. Com o aumento do uso da técnica acupunctural poderá ocorrer um incremento no número de partos vaginais, maior satisfação da parturiente e diminuição dos custos relacionados com o parto. Estudos realizados até a presente data sugerem que a utilização da acupunctura na indução do trabalho de parto é praticamente inócua e estimula contrações uterinas vigoras e eficazes. De entre os pontos acupuncturais utilizados no processo de indução do trabalho de parto, os que se encontram associados a contrações mais eficazes são o LI4 Hegu, SP6 Sanyinjiao e BL67 Zhyin. Este método encontra-se limitado em situações que o feto esteja em má apresentação, acufobia e em determinadas condições médicas. A presente dissertação pretende efetuar uma revisão bibliográfica existente no âmbito da influência da acupunctura na indução do trabalho de parto, refletindo o potencial que possui neste processo, bem como as suas limitações.

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Contributor(s) Naguindás, Punit
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents