Document details

Estudo da prevalência de AVC e sua associação com a qualidade de vida na população com mais de 65 anos da área abrangida pelo Centro de Saúde de Manteigas

Author(s): Silva, Luís Miguel Branco Cardoso

Date: 2013

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10400.6/1466

Origin: uBibliorum

Subject(s): Acidente vascular cerebral; Acidente vascular cerebral - Idosos - Prevalência; Acidente vascular cerebral - Idosos - Qualidade de vida; Acidente vascular cerebral - Idosos - Incapacidade


Description

Introdução: O Acidente Vascular Cerebral é uma das principais causas de mortalidade e morbilidade em Portugal e no mundo, sendo marcadamente prevalente nos mais idosos e responsável por graus variáveis de incapacidade. Tivemos por objetivo estudar a prevalência do Acidente Vascular Cerebral na população idosa de Manteigas e o seu grau de associação com a qualidade de vida na terceira idade. Materiais e Métodos: A amostra foi composta por 368 indivíduos com idade igual ou superior a 65 anos, residentes no concelho de Manteigas, recrutados no Centro de Saúde no período compreendido entre 12 de Março e 5 de Julho de 2012. A esta amostra foi aplicado um questionário sobre a presença de Acidente Vascular Cerebral no passado e de avaliação da qualidade de vida, através do Medical Outcomes Study Short-Form 12v2 Health Survey. Resultados: Na população em estudo, 6,8% (IC-95%: 4,6-9,8%) dos indivíduos tiveram pelo menos um Acidente Vascular Cerebral. Discriminada por géneros, a taxa de prevalência foi maior no género feminino do que no masculino (7,6% e 5,7%, respetivamente). Foi maior nos grupos etários mais velhos, sendo de 5,4%; 9,1% e 8,7% nos grupos de [65;74], ]74;84] e ]84;95] anos, respetivamente. Observámos que 88% dos indivíduos com historial de Acidente Vascular Cerebral referiram algum grau de limitação física, tendo uma avaliação negativa da componente física da saúde no questionário de avaliação da qualidade de vida. Conclusão: A prevalência de Acidente Vascular Cerebral na população com mais de 65 anos em estudo é semelhante à encontrada em outros estudos para a mesma faixa etária. A idade avançada em geral e, em particular, o Acidente Vascular Cerebral estão associados à diminuição da qualidade de vida, nomeadamente a limitações físicas.

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Contributor(s) Silva, Luís Miguel Branco Cardoso
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents