Document details

Isoformas da enzima catecol-O-metiltransferase como alvo farmacológico na doença de Parkinson

Author(s): Gonçalves, Ana Margarida Ribeiro

Date: 2013

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10400.6/1636

Origin: uBibliorum

Subject(s): Doença de Parkinson - Terapêutica; Doença de Parkinson - Levodopa - Terapia; Catecol-O-metiltransferase (COMT); Catecol-O-metiltransferase (COMT) - Isoformas - S-COMT; Catecol-O-metiltransferase (COMT) - Isoformas - MB-COMT; Inibidores da COMT - Entacapone; Inibidores da COMT - Opicapone; Farmácia comunitária - Estágio pedagógico


Description

Este trabalho encontra-se dividido em dois Capítulos. O Capítulo 1 aborda o estágio realizado em Farmácia Comunitária, na Farmácia Ferrer de Castelo Branco. Para além de serem descritas as instalações e a sua organização espacial, é apresentada a equipa técnica juntamente com suas funções e abordado de forma geral o sistema informático utilizado (Sifarma 2000). São ainda descritas as várias atividades realizadas durante o estágio, desde a elaboração de encomendas, receção e armazenamento, prestação de cuidados farmacêuticos, elaboração de medicamentos manipulados, dispensa de medicamentos sujeitos e não sujeitos a receita médica, faturação, entre outros. A legislação farmacêutica, implicada na prática farmacêutica é explorada também neste capítulo. O Capítulo 2, aborda uma revisão bibliográfica sobre as isoformas da enzima catecol-O-metiltransferase como alvo farmacológico na doença de Parkinson. A doença de Parkinson é uma doença neurodegenerativa, na qual está envolvida a perda dos neurónios dopaminérgicos da substancia nigra (pars compacta). Afeta cerca de 1% da população mundial com mais de 65 anos e pensa-se que fatores genéticos e ambientais estejam na sua origem. A catecol-O-metiltransferase (COMT) está presente tanto em eucarióticos, como em procarióticos. É uma proteína intracelular e nos mamíferos encontra-se distribuída uniformemente pelo organismo, apresentando maior atividade no fígado, rim e trato gastrointestinal. Tem como função, o metabolismo de moléculas com estrutura catecólica biologicamente ativas, sejam elas endógenas ou exógenas. Apresenta vários polimorfismos, sendo que o polimorfismo em que está implicada a substituição de Valina por Metionina é o único em que a função é conhecida. Manifesta-se na forma de duas isoformas, a forma solúvel (S-COMT) e a forma membranar (MB-COMT), sendo a forma solúvel a mais predominante no organismo, com exceção do cérebro. Para além da distribuição no organismo, elas diferem também na localização subcelular, propriedades cinéticas, especificidade com o substrato e peso molecular. A levodopa é considerada a terapêutica mais eficaz na doença de Parkinson, desde a década de 60. É administrada com inibidores da descarboxilase de ácidos aminados aromáticos (DAAA). Em doentes que apresentem flutuações motoras, são co-administrados inibidores da COMT. Atualmente o entacapone é o inibidor mais utilizado, no entanto, o opicapone, em Fase III dos ensaios clínicos, apresenta uma maior inibição, sendo que é necessária apenas uma única dose diária, ao contrário do entacapone.

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Contributor(s) Gonçalves, Ana Margarida Ribeiro
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents