Document details

Exploração do efeito de crowding ao perto

Author(s): Andrade, Nathalie Nogueira de

Date: 2013

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10400.6/1658

Origin: uBibliorum

Subject(s): Crowding - Visão de perto - Estudo de casos; Crowding - Acuidade visual; Crowding - Distractores


Description

Objetivo: O crowding é um fenómeno que acontece nas diferentes situações no nosso dia-a-dia. Apesar de muito explorado na visão de longe, pouco se conhece do seu efeito produzido na visão de perto. Como tal, o presente trabalho tem como objetivo avaliar a existência ou não do fenómeno a uma distância de 40 cm numa faixa etária jovem (dos 18 aos 30 anos). Procedimentos: Avaliaram-se 18 jovens (9 homens e 9 mulheres), todos estudantes da Universidade da Beira Interior (UBI), com idades compreendidas entre os 18 e os 30 anos (média de idades: 22,77 ± 3,25 anos). O protocolo de trabalho incluiu a medida da Acuidade Visual (AV) simples e a AV de crowding com distratores em forma de barras (|) e em forma de C´s, com diferentes espaçamentos entre o estímulo alvo e os estímulos distratores, perfazendo um total de 8 medidas de Acuidade Visual de crowding. Todos os participantes foram sujeitos a um exame optométrico que incluiu a avaliação do estado refrativo, binocularidade e acomodação. Só foram incluídos no trabalho voluntários com visão binocular normal. Resultados: Os resultados revelam que as cartas de acuidade visual produzidas para este estudo são repetíveis . Na comparação entre a AV simples e as diversas AV de crowding (cartas de AV com diferentes distratores e com diferentes espaçamentos), encontraram-se diferenças estatisticamente significativas entre a acuidade visual simples e as acuidades visuais de crowding, sugerindo que a visualização dos estímulos sem distratores é mais fácil. Conclusão: A população estudada indica-nos que à partida existe crowding ao perto e que quanto menor é o espaçamento entre o estímulo alvo e o distrator, menor é a acuidade visual de crowding, ou seja, o índice de crowding é maior. Verificou-se também que as cartas de AV produzidas para este estudo são repetíveis, pois não revelaram diferenças quando aplicadas com uma semana de diferença e em voluntários diferentes. O presente estudo sugere que o fenómeno de crowding é mais significativo na visão perto do que na visão de longe.

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Nunes, Amélia Maria Monteiro Fernandes
Contributor(s) Andrade, Nathalie Nogueira de
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents