Document details

Factores de risco para o surgimento de depressão pós AVC

Author(s): Nascimento, Carla Sofia

Date: 2010

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10400.6/2726

Origin: uBibliorum

Subject(s): Acidente vascular cerebral; Depressão


Description

A depressão é considerada como sendo a patologia psiquiátrica mais frequente nos pacientes com AVC. A literatura apresenta alguns factores de risco que parecem estar associados ao surgimento da depressão pós AVC, tais como: a lateralidade, o prejuízo funcional, bem como a percepção de suporte social. Objectivos: analisar a existência de sintomatologia depressiva em utentes do C.H.C.B. com diagnóstico AVC há 3 meses, bem como a relação entre a localização do AVC, o género, o prejuízo funcional e a percepção de suporte social com a existência dessa mesma sintomatologia depressiva. Método: o estudo foi constituído por 47 participantes, de ambos os géneros, com diagnóstico de AVC há 3 meses, com idades compreendidas entre os 44 e os 89 anos. Todos os participantes foram avaliados com o Índice de Barthel, CES-D e MOS-SSS. Resultados: encontrámos diferenças significativas de sintomatologia depressiva com género (t=3,73 p≤0,001), com a lateralidade (t=-1,99; p≤0,026) e com a percepção de suporte social cuja dimensão apoio afectivo se revelou preditor de sintomatologia depressiva (p≤0,000). Conclusões: Os resultados deste estudo sugerem uma possível relação entre a localização hemisférica do AVC, o género e uma menor percepção de suporte social com o surgimento de sintomatologia depressiva pós AVC, na amostra em questão.

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Simões, Maria de Fátima de Jesus
Contributor(s) Nascimento, Carla Sofia
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents