Document details

A transição de carreira e o desporto: uma análise à luz da motricidade humana

Author(s): Neto, José Carneiro Oliveira

Date: 2011

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10400.6/3271

Origin: uBibliorum

Subject(s): Desporto - Transição de carreira; Futebol - Desportistas - Transição de carreira; Futebol - Aspectos sociais; Prisão - Reclusos - Actividade desportiva; Futebol - Transição de carreira - Jogadores; Futebol - Responsabilidade social


Description

O conceito de transição tem, durante a última década, vindo a tornar-se um tópico de estudo bem delineado, dentro da comunidade desportiva. Contudo, poucos estudos existem relativamente à transição de carreira em Portugal. Estudos levados a cabo em vários países revelam diferentes sensações e efeitos. A maioria dos ex-jogadores declara esforços inadequados que resultam em sentimentos negativos de bem-estar subjectivo após a sua retirada. Outros sublinham o impacto da família e amigos como um elemento essencial de suporte para a sua felicidade. Neste estudo, tentamos contribuir neste campo, estudando dois casos distintos: o que aconteceu aos principais jogadores de futebol que venceram a Taça dos Clubes Campeões Europeus de 1987 e um grupo de ex-prisioneiros submetidos a um plano de suporte durante o tempo que estiveram enclausurados. Utilizando a tradição interpretativa da fenomenologia, o Modelo Conceptual de Adaptação à Transição de Carreira e um método de triangulação como estrutura teórica principal, foram conduzidas entrevistas a 3 grupos distintos: 20 jogadores de futebol da equipa do F.C. Porto da época 1986/87, 20 ex-prisioneiros submetidos a actividade desportiva como um instrumento de socialização e a 20 pessoas “normais” como grupo de controlo. Os resultados revelaram a ideia que a prática de uma actividade recreativa desportiva ao longo da vida cria uma sensação pacífica de bem-estar com a vida. Actividades desportivas, mais extremas, tanto num nível de alta competição ou na cadeia, têm impactos mais negativos no bem-estar após o período de transição. A maior implicação na política desportiva que se pode realizar, seria incrementar a necessidade de uma responsabilidade social corporativa de clubes, associações e outras direcções nacionais desportivas.

Document Type Doctoral thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Carvalho, Pedro Ferreira Guedes de
Contributor(s) Neto, José Carneiro Oliveira
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents