Document details

Relacionamento entre rendibilidade e financiamento das PME portuguesas

Author(s): Rapôso, Sónia Cristina Paulo

Date: 2009

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10400.6/3866

Origin: uBibliorum

Subject(s): PME - Financiamento - Rendibilidade - Portugal; PME - Teoria da agência; PME - Ciclo de vida; Domínio/Área Científica::Ciências Sociais::Economia e Gestão; Domínio/Área Científica::Ciências Sociais::Economia e Gestão; Domínio/Área Científica::Ciências Sociais::Economia e Gestão


Description

Esta dissertação tem como objectivos analisar os determinantes da rendibilidade das PME Portuguesas e relacionar as fontes de financiamento com a rendibilidade das PME Portuguesas. Como metodologia da parte empírica utilizaram-se modelos dinâmicos de dados em painel de 768 PME Portuguesas retiradas da base de dados SABI (Sistema de Balanços Ibéricos – System Analysis of Iberian Balance Sheets) para um período de estudo entre 1997 e 2005, perfazendo um total de 6144 observações. Para a análise dos factores determinantes da rendibilidade utilizaram-se como variáveis explicativas a dimensão, idade, estrutura do activo, risco, crescimento, financiamento alheio, financiamento próprio, fontes de financiamento de capital próprio e fontes de financiamento de capital alheio. Na revisão de literatura do presente estudo abordam-se diversas teorias financeiras que fundamentam as relações entre a rendibilidade e seus determinantes, sendo elas a teoria de Modigliani e Miller (1958 e 1963), a teoria do trade-off estático desenvolvida por Baxter (1967) e Kraus e Litzenberger (1973), a teoria da agência abordada por Jensen e Meckling (1976); a teoria do pecking order desenvolvida por Myers (1984) e Myers e Majluf (1984); e por fim a teoria do ciclo de vida abordada neste estudo segundo a perspectiva de Walker (1989). No que respeita aos resultados encontrados, verificamos que 1) a fonte de financiamento relativa aos fornecedores de médio e longo prazo assume importância considerável para as PME Portuguesas; 2) a idade da empresa é um determinante que influencia positivamente a rendibilidade; e 3) o capital próprio relaciona-se negativamente com a rendibilidade, provavelmente devido a elevados custos financeiros suportados pelas PME Portuguesas, tendo em conta que a rendibilidade foi calculada com base no rácio resultados operacionais sobre o activo total.

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Teixeira, Zélia Maria da Silva Serrasqueiro
Contributor(s) Rapôso, Sónia Cristina Paulo
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents