Document details

Suplementação Oral com Creatina Aspetos Bioquímicos, Ergogenia e Efeito na Função Renal

Author(s): Lopes, Jorge Daniel Rodrigues

Date: 2014

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10400.6/4952

Origin: uBibliorum

Subject(s): Creatina; Efeitos Secundários; Função Renal; Suplementação Com Creatina; Taxa de Filtração Glomerular; Domínio/Área Científica::Ciências Médicas::Ciências da Saúde; Domínio/Área Científica::Ciências Médicas::Ciências da Saúde; Domínio/Área Científica::Ciências Médicas::Ciências da Saúde


Description

Introdução: A creatina é um derivado aminoacídico obtido através da dieta ou de síntese endógena. Está presente essencialmente no músculo estriado onde, através da sua forma fosforilada, auxilia na manutenção dos níveis de ATP durante períodos breves de exercício intenso. Desde o início da década de 90 do século passado, a suplementação com creatina tornou-se uma prática disseminada mundialmente. Em 2007, a International Society of Sports Nutrition reconheceu a creatina como o suplemento ergogénico mais eficaz no aumento da capacidade de realização de exercícios de alta intensidade. Face à disseminação global desta substância, torna-se necessária a avaliação da segurança e do perfil de efeitos secundários do suplemento. Objetivos: Rever a evidência científica existente sobre os aspetos bioquímicos, efeitos ergogénicos e efeitos secundários da suplementação oral com creatina em humanos. Analisar de forma sistemática a bibliografia publicada sobre os efeitos da suplementação com creatina na função renal. Métodos: Análise de artigos indexados na base de dados Pubmed até Julho de 2013, utilizando as palavras-chave “creatine”, “creatine supplementation”, “renal function”, “kidney”, “glomerular filtration rate”, “adverse effects” e “deleterious effects. Resultados: Foram encontrados cinco relatos de caso que descrevem situações de deterioração da função renal aquando da suplementação com creatina. Os treze ensaios realizados em humanos incluídos nesta revisão concluem que a suplementação oral com creatina nas doses recomendadas é segura e não apresenta efeitos deletérios na função renal. Conclusão: Apesar dos relatos circunstanciais que relacionam a suplementação oral com creatina com casos de insuficiência renal, a evidência científica demostra que esta é segura em várias populações, quando realizada na posologia recomendada. Além de segura, a creatina é um suplemento eficaz na melhoria da performance desportiva quando aplicada em exercícios breves e de alta intensidade.

Background: Creatine is an aminoacidic derivative obtained from the diet and endogenous synthesis. It is present mainly in the striated muscle where, in its phosphorylated form, assists in maintaining high ATP levels during short periods of intense exercise. Since the early 1990s, creatine supplementation has become a widespread practice worldwide. In 2007, the International Society of Sports Nutrition acknowledged creatine as the most effective ergogenic supplement in terms of increasing high-intensity exercise capacity. Given the global dissemination of this compound, it is necessary to evaluate its safety and side effects. Objectives: To review existing scientific evidence on the biochemical aspects, ergogenic effects and side effects of oral creatine supplementation in humans. To systematically analyze the published literature on the effects of creatine supplementation on renal function. Methods: Analysis of articles indexed in the Pubmed database until July 2013 using the keywords "creatine", "creatine supplementation", "renal function", "kidney", "glomerular filtration rate", "adverse effects" and "deleterious effects". Results: We found five case reports that describe the deterioration of renal function at the time of creatine supplementation. All thirteen controlled trials analysed in this review concluded that oral creatine supplementation is safe and has no harmful effects on renal function, at recommended doses. Conclusion: Despite the circumstantial reports that link oral creatine supplementation with renal failure, scientific evidence demonstrates that this is safe in several populations, when performed at the recommended dosage. Besides being safe, creatine supplementation is effective in improving athletic performance when applied to short, high intensity exercise.

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Barata, José Luis Ribeiro Temudo
Contributor(s) Lopes, Jorge Daniel Rodrigues
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents