Document details

Mobbing e capacidade para o trabalho

Author(s): Martins, Ana Cristina Maia

Date: 2014

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10400.6/5588

Origin: uBibliorum

Subject(s): Assédio Moral No Trabalho; Capacidade Para O Trabalho; Mobbing; Riscos Psicossociais; Universidade Pública; Domínio/Área Científica::Ciências Sociais::Psicologia; Domínio/Área Científica::Ciências Sociais::Psicologia; Domínio/Área Científica::Ciências Sociais::Psicologia


Description

Esta dissertação é insere-se no último ano do Mestrado em Psicologia do Trabalho e das Organizações. Tem como principal objetivo identificar indicadores psicossociais em função do contexto organizacional, mais concretamente compreender o fenómeno do mobbing e da capacidade para o trabalho numa amostra de funcionários de uma universidade pública portuguesa. Numa primeira parte abordamos o fenómeno teoricamente e numa segunda, obtemos alguns resultados através da utilização do Leymann Inventory of Psychological Terror (LIPT), Negative Acts Questionnary – Revised (NAQ-R) e do Índice de Capacidade para o Trabalho (ICT). Percebemos que é mais frequente existir vítimas do sexo feminino, e que também é este o sexo que apresenta índices mais baixos de capacidade para o trabalho. Existirem dados que indicam que as vítimas têm mais momentos de ausência (absentismo) e que são as que mais desejam sair desta organização, apesar de se demonstrarem satisfeitas com o seu posto de trabalho. Existem ainda correlações negativas entre o assédio e a satisfação no trabalho e o assédio e o ICT.

This dissertation is part of the final year of Masters in Psychology of Work and Organizations. Aims to identify psychosocial indicators according to the organizational context, specifically to understand the phenomenon of mobbing and the work ability in a sample of employees from a public university. In the first part we discuss the phenomenon theoretically and in a second, we obtain some results by using the Leymann Inventory of Psychological Terror (LIPT-60), Negative Acts Questionnaire - Revised (NAQ-R) and The Work Ability Index (ICT). We realize that there is more frequent female victims, and that this is also the sex that shows lower rates of work ability. There is evidence to indicate that victims have more moments of absence and which are those that want to leave the organization, though they demonstrate satisfied with their job. There are also negative correlations between mobbing and job satisfaction, and mobbing and the Work Ability Index.

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Loureiro, Manuel Joaquim da Silva
Contributor(s) Martins, Ana Cristina Maia
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents