Document details

Comportamento parental face à alimentação da criança: estudo exploratório

Author(s): Santiago, Sónia Maria Duarte

Date: 2016

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10400.6/5786

Origin: uBibliorum

Subject(s): Comportamento Parental; Hábitos Alimentares.; Perceção Parental; Domínio/Área Científica::Ciências Sociais::Psicologia; Domínio/Área Científica::Ciências Sociais::Psicologia; Domínio/Área Científica::Ciências Sociais::Psicologia


Description

Pretendeu-se, com este estudo, perceber o que pensam os pais sobre o peso e a alimentação do seu filho, sobre a sua capacidade de controlar o que os filhos comem e de promover uma alimentação saudável. Assim, de modo geral este estudo pretende investigar, de forma exploratória, o comportamento parental face à alimentação da criança. Para além do questionário sociodemográfico, foram utilizados o Child Feeding questionnaire (CFQ) e o Questionário de preferências alimentares. Na presente investigação participaram 80 pais de crianças em idade escolar (entre os 6 e os 10 anos). Os participantes tinham idades compreendidas entre os 24 e os 60 anos de idade, apresentando uma média de 40 anos, dos quais 62 pertenciam ao género feminino e 18 ao género masculino. Os resultados evidenciaram como alimentos mais preferidos pelas crianças: a água, a pizza, os iogurtes, o chocolate ou bombons, o gelado, o sumo de laranja, o frango ou peru, a fruta, as massas e o arroz. Ao nível do questionário CFQ, foram encontradas diferenças estatisticamente significativas entre os participantes que têm só um filho e os que têm mais do que um quanto no nível da preocupação com o peso da criança. Igualmente assinalaram-se diferenças entre os pais que têm filhos mais novos e os que têm filhos mais velhos quanto à responsabilidade percebida, e ao controlo aberto sobre a alimentação da criança. Os pais que têm filhos mais novos percecionam uma maior responsabilidade pela sua alimentação, bem como exibem mais controlo aberto. Assim, conclui-se que de modo geral os dados obtidos mostram um controlo tendencialmente eficaz por parte dos pais sobre a alimentação da criança, sendo possível inferir que estes pais tendem a incutir hábitos alimentares saudáveis nos seus filhos.

This study intends to show what parents think about the weight and diet of their children, their ability to control what their children eat and to promote healthy eating. More generally, this study seeks to investigate, in an exploratory way, parental behavior towards children's nutrition. It was used, in addition to the sociodemographic questionnaire, the Child Feeding Questionnaire (CFQ) and the Questionnaire of food preferences. This research focuses on a sample of 80 fathers of school children (aged between 6 and 10 years). Participants were aged between 24 and 60 years old, with an age average of 40, where 62 are women and 18 are men. The list of favorite foods for children includes: water, pizza, yogurts, chocolate or candy, ice cream, orange juice, chicken or turkey, fruit, pasta and rice. Statistically significant differences were found in CFQ questionnaire among participants who have only one child, and those with more than one, in level of concern with child’s weight. The results in this questionnaire also pointed to differences between parents who have young children and those with older children about the perceived responsibility and open control over child diet. Parents who have younger children take a greater responsibility for their diet, and show more open control. Thus, it is concluded that in general data revealed a tendentiously effective control by the parents about their children diet. It is possible to infer that these parents tend to instill healthy eating habits.

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Silva, Cláudia Maria Gomes Mendes da
Contributor(s) Santiago, Sónia Maria Duarte
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents