Document details

A estrutura financeira das empresas hoteleiras portuguesas versus europeias

Author(s): Carrão, Patrícia Margarida Gonçalves

Date: 2012

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10400.5/10405

Origin: Repositório da UTL

Subject(s): Estrutura Financeira; Sector Hoteleiro; Estrutura Óptima de Capital; Análise de convergência; Financial Structure; Hospitality Sector; Optimal Capital Structure; Analysis of convergence


Description

O presente estudo tem como objectivo a realização de uma comparação da estrutura financeira das empresas portuguesas do sector hoteleiro com empresas de outos países da União Europeia do mesmo ramo de actividade. A amostra que serviu de base para esta investigação é constituída por empresas do sector hoteleiro de seis países (Portugal, Espanha, França, Reino Unido, Grécia e Itália) com referência ao período de 2001 a 2010. A metodologia utilizada consistiu no modelo de regressão linear de forma a aferir os factores explicativos para a estrutura financeira de cada país, na ANOVA para a comparação de médias de endividamento e no método σ convergência de modo a perceber, se a estrutura financeira entre os vários países em análise estão a convergir ou a divergir. Os resultados obtidos sugerem que as empresas do sector hoteleiro estabelecidas na Grécia e em Portugal apresentam os maiores níveis de endividamento a médio e longo prazo, apresentando também a maior queda de rendibilidade entre os anos em estudo, o que aponta para eventuais dificuldades financeiras. Quanto aos determinantes da estrutura de capital, os que apresentam maior importância para a generalidade dos países são a rotação do activo, a rendibilidade, a flexibilidade financeira, a dimensão e a tangibilidade do activo. Contudo, nenhum dos países analisados apresentam os mesmos factores explicativos que Portugal para qualquer maturidade de endividamento. Por fim, constata-se uma tendência de convergência no nível de endividamento total e a curto prazo dos países em análise.

The study in hand has as it's objective the comparison between the financial structure of a Portuguese company, hotel sector, and other EU companies of the same business sector. This study was based by a sample of companies of the following countries: Portugal, Spain, France, UK, Greece and Italy (Date referenced: 2001 ? 2010). The methodology used was the linear regression model as it's a way of calibration and explanation for the financial structure of each country. In ANOVA the comparison of the average debit and the σ convergence method was used as a way of understanding if the financial structure of all the countries in study are converging or diverging. As a result of all the analysis it's suggested that the companies established in Portugal and Greece in the hotel sector have the biggest debit levels in medium and long-term and the greater drop in profitability in the years in study. All this points out for eventual financial difficulties. As for the determinants of the capital structure, in general the most important are: Asset turnover, ensuring profitability, financial flexibility, dimension and tangibility of the asset. Still, none of the countries in study have the same explanation factors as Portugal for any debt maturity. In the end, we find a short-term tendency of convergence in the levels of the total debit of the countries in study.

Mestrado em Finanças

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Costa, José
Contributor(s) Carrão, Patrícia Margarida Gonçalves
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents