Document details

A influência do capital psicológico no envolvimento e no compromisso dos colaboradores

Author(s): Anjos, Thaís Cristina dos

Date: 2015

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10400.5/10683

Origin: Repositório da UTL

Subject(s): Capital Psicológico; Envolvimento no Trabalho; Compromisso Organizacional; Psychological Capital; Work Engagement; Organizational Commitment


Description

O atual contexto de instabilidade e mudança acelerada no qual as organizações atuam obriga as mesmas a um grande esforço de adaptação. Este esforço passa pela gestão de recursos humanos que deve responder aos novos desafios do atual contexto económico através da dinamização de desenvolvimento organizacional. Neste sentido, os recursos humanos e, mais especificamente, as suas capacidades e atitudes são apontados como uma fonte de valor e vantagem competitiva para as organizações. O capital psicológico, o envolvimento no trabalho e o compromisso organizacional fazem parte dessas capacidades e atitudes. Estes três fatores influenciam positivamente atitudes e comportamentos desejáveis dos colaboradores que contribuem para o desenvolvimento organizacional e têm um efeito benéfico sobre atitudes e comportamentos indesejáveis. A presente investigação teve como principal objetivo estudar a relação entre o capital psicológico, o envolvimento no trabalho e o compromisso organizacional. A investigação foi realizada em três empresas nacionais de diferentes áreas de negócio. Os resultados encontrados não foram, na sua totalidade, os expectáveis. Demonstrando que apenas a resiliência, a esperança e o otimismo influenciam positivamente as três dimensões do envolvimento no trabalho. Apenas a esperança e o otimismo afetam de forma positiva as componentes afetiva e normativa do compromisso. Nenhuma dimensão do capital psicológico afeta de forma significativa o compromisso calculativo. Os resultados mostram ainda que somente a absorção e a dedicação influenciam positivamente as três componentes do compromisso.

The current context of instability and rapid change in which organizations operate forces them to great efforts to adapt. This effort involves the human resource management that should respond to the new challenges of the current economic context through organizational development dynamics. Human resources and, more specifically, their capabilities and attitudes are considered as a source of value and competitive advantage for organizations. Psychological capital, work engagement and organizational commitment are part of these capabilities and attitudes. These three factors influence positively desirable employee attitudes and behaviours that contribute to organizational development and have a beneficial effect on undesirable employee attitudes and behaviours. This investigation's main objective was to study the relationship between psychological capital, work engagement and organizational commitment. The research was conducted in three national companies that operate in different business areas. The findings were not, in its entirety, the expected. Results show that only resilience, hope and optimism positively influence the three dimensions of work engagement. Only hope and optimism positively affect the affective and normative components of commitment. None of the psychological capital's dimensions significantly affect continuance commitment. Results also show that only absorption and dedication influence the three organizational commitment's components.

Mestrado em Gestão de Recursos Humanos

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Gomes, Jorge
Contributor(s) Anjos, Thaís Cristina dos
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents