Document details

Unidade na diversidade? A resposta da União Europeia à Rússia durante a crise ucraniana

Author(s): Bourbon, Maria João Guimarães Bravo de Azevedo e

Date: 2016

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10400.5/11847

Origin: Repositório da UTL

Subject(s): União Europeia; Rússia; Ucrânia; Política Externa e de Segurança Comum; PESC; Estados-membros; política comum; crise ucraniana; Crimeia; European Union; Russia; Ukraine; Common Foreign and Security Policy; CFSP; Member States; common politics; Ukrainian crisis; Crimea


Description

A crise na Ucrânia constituiu o primeiro grande teste à unidade da Política Externa e de Segurança Comum (PESC). Apesar dos diferentes relacionamentos e preferências nacionais em relação à melhor forma de lidar com a Rússia neste conflito, os Estados-membros da União Europeia (UE) viram-se obrigados a alcançar um acordo para a implementação de uma política de resposta à anexação da Crimeia e desestabilização russa no Leste da Ucrânia. Este trabalho final de mestrado pretende avaliar se a UE foi capaz de responder "a uma só voz" e agir "a um só corpo" durante a crise ucraniana, desenvolvendo uma política comum, coerente e abrangente em relação à Rússia. Em particular, investiga se o facto de se conseguir alcançar um acordo no Conselho Europeu em torno de uma política de sanções contra a Rússia é, por si só, suficiente para se concluir que existiu uma PESC verdadeiramente coesa e eficaz. Olhando para as decisões e atuações dos Estados-membros nas arenas europeia, bilateral e nacional, analisou-se o impacto que a configuração organizacional da PESC nesta crise e as relações bilaterais entre Moscovo e os Estados-membros tiveram na unidade e coerência da política externa europeia durante a crise ucraniana.

The Ukraine crisis was the first major test to the unity of the Common Foreign and Security Policy (CFSP). Despite having different relationships and national preferences regarding the best way to deal with Russia in the conflict, the EU member states were forced to reach an agreement on the development of a policy to respond to the annexation of Crimea and Russia's destabilization of Eastern Ukraine. This thesis aims to evaluate if the EU was able to respond with "a single voice" and act as "a single body" during the Ukraine crisis through the development of a common, comprehensive and cohesive policy towards Russia. In particular, it is investigated if the ability of the European Council to reach an agreement on sanctions towards Russia is enough to conclude that the EU foreign and security policy was absolutely cohesive and effective. Focusing on the Member States' decisions and performances in the European, bilateral and national arenas, this paper examines the impact of the CFSP organizational setting and the bilateral relationships between Moscow and member states in the unity and cohesiveness of the European foreign policy towards Russia in the Ukraine crisis.

Mestrado em Economia Internacional e Estudos Europeus

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Soares, António Goucha
Contributor(s) Bourbon, Maria João Guimarães Bravo de Azevedo e
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents