Document details

Avaliação ex-post da condução da rega de milho com dois métodos de rega

Author(s): Carvalho, Simão José Ribeiro Dias Feliciano

Date: 2016

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10400.5/13003

Origin: Repositório da UTL

Subject(s): condução da rega; avaliação ex-post; balanço hídrico; sonda capacitiva; ISAREG


Description

A presente dissertação tem como objetivo realizar uma avaliação ex-post da condução de rega pelo balanço hídrico e sonda capacitiva em dois sistemas de rega: rampa rotativa e rega subterrânea localizada. Para realizar o respetivo estudo foram definidos dois campos de observação na Estação Experimental António Teixeira, em Coruche: uma zona regada por rampa rotativa com 10,4 ha e uma zona de rega subterrânea localizada com 3,5 ha. De forma a avaliar a condução da rega estudou-se a evolução do teor de água no solo através da instalação de uma sonda capacitiva em cada zona de rega, pela empresa TERRAPRO e realizou-se um balanço hídrico no programa ISAREG. Foi escolhida a variedade P1574 para recolher amostras da cultura para análise do crescimento e produtividade nos dois métodos de rega durante a campanha. Na rampa rotativa concluiu-se que a rega foi eficaz, no sentido em que a cultura não experimentou stress hídrico, no entanto, não foi eficiente. De acordo com o ISAREG verificouse uma perda de 198,6 mm de água originada por regas excessivas. A produtividade média tomou um valor igual à do híbrido P1574, com 19,2 t/ha. Verificou-se uma aplicação de 854,3 mm de água de rega e a ET! tomou praticamente o mesmo valor da ET!, com 549 mm. A eficiência da utilização de água foi de 2,2 kg!"ã$/m! de água aplicada. Na rega subterrânea a condução da rega não foi eficiente ou eficaz, a fase de emergência foi caracterizada por um excesso de água no solo, e no decorrer da campanha a % de água no solo esteve abaixo do LRFU durante grande parte do ciclo, resultando num quociente de 0,785 entre a ET! e a ET! e numa produtividade média de 11,6 t/ha e 10,4 t/ha no híbrido P1574. A quebra de produção devido ao esquema de rega atingiu os 25,8%, de acordo com o modelo de Stewart. Foram aplicados 308,2 mm de água de rega e o programa ISAREG indicou um consumo de 85,7 mm por ascensão capilar. A eficiência da utilização de água foi superior com um valor médio de 3,8 kg!"ã$/m! de água aplicada

Mestrado em Engenharia Agronómica - Instituto Superior de Agronomia - UL

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Braga, Ricardo Pereira
Contributor(s) Carvalho, Simão José Ribeiro Dias Feliciano
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents