Document details

A importância do planeamento de Altas em idosos – um desafio para a política social

Author(s): Lopes, Gilda Rolo

Date: 2018

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10400.5/14951

Origin: Repositório da UTL

Subject(s): Idoso; Cuidador; Internamento; Planeamento da alta hospitalar; Políticas sociais; RNCCI; Elderly; Caregiver; Internment; Hospital discharge planning; Social policies; RNCCI


Description

Portugal está em envelhecer e são, por isso, cada vez mais os idosos que dão entrada nos nossos hospitais, pelas mais diversas razões e a emergência de existirem medidas políticas que respondam a este fenómeno. O processo de envelhecimento é em parte determinado pelo contexto social em que o individuo envelhece, assim as alterações físicas, psicológicas e sociais que podem surgir com o envelhecimento podem ser atenuadas ou acentuadas pelo contexto em que o idoso se inclui. Um bom planeamento de altas se prender com a perceção das reais dificuldades sociais, habitacionais e familiares, no seu regresso a casa. Pretende-se com esta pesquisa analisar os principais fatores que levam ao protelamento de alta hospitalar em pessoas idosas, e os fatores que estão na sua origem. Para tal foi feita a análise de Conteúdo dos Processos Sociais Hospitalares de 74 utentes que deram entrada nos serviços do Hospital de Abrantes nos anos 2015 e 2016 e que tiveram a sua alta protelada por motivos sociais, com mais de 65 anos. A falta de políticas socais que apoiem as famílias e os idosos leva a um descontrolo naquilo que é a organização das respostas hospitalares a estes casos.

Portugal is aging and, therefore, more and more elderly people are entering our hospitals for a variety of reasons and the emergence of political measures to respond to this phenomenon. The aging process is partly determined by the social context in which the individual ages, so the physical, psychological and social changes that can arise with aging can be attenuated or accentuated by the context in which the elderly person is included. A good planning of highs is bound up with the realization of the real social, housing and family difficulties, on their return home. The aim of this research is to analyze the main factors that lead to hospital discharge from old people, and the factors that are at their origin. For this purpose, the analysis of the Content of the Hospital Social Processes of 74 users who entered the services of the Hospital of Abrantes in the years 2015 and 2016 and whose discharge was postponed for social reasons, over 65 years. The lack of social policies that support families and the elderly leads to a lack of control in the organization of hospital responses to these cases.

Dissertação de Mestrado em Política Social

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Pinto, Paula Campos
Contributor(s) Lopes, Gilda Rolo
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents