Document details

Design inclusivo na cidade

Author(s): Fancisco, Joana Maria de Magalhães

Date: 2018

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10400.5/15316

Origin: Repositório da UTL

Subject(s): Design de equipamento urbano; Design inclusivo; Identidade; Ferramenta de análise


Description

A configuração do espaço urbano afi gura-se determinante para a qualidade e vida dos seus habitantes, sendo nesse contexto considerada como área de intervenção relevante para o Design. Assumida como ponto de partida da investigação consta a verificação de que há condições insuficientes ao nível de Equipamento Urbano (E.U.) adequado à cidade e aos seus habitantes, causadas pela desorganização urbana, pelo aumento de população envelhecida, consequente aumento do índice de indivíduos com mobilidade reduzida, entre outros factores. Dessa premissa afigurou-se a necessidade de se compreender de que forma os conceitos de inclusividade e de identidade, aplicados ao projeto de E.U. de descanso, poderão contribuir para tornar a urbe mais amistosa para a população, independentemente de factores como a idade, condição física, social ou étnica. De entre o universo de tipologias que constituem o E.U., no âmbito do presente trabalho destaca-se o equipamento de descanso, pela sua relação de maior proximidade com o corpo do utilizador e por se constituir como família de objetos de maior escala e impacto visual perceptível. Nesse sentido, afirmam-se como aqueles a que se aplica uma maior necessidade de reunião de fatores de inclusividade e identidade, podendo desse modo contribuir para a resolução de conflitos de espaço, de utilização e de identidade, atualmente ainda presentes em grande parte do E.U. instalado nas cidades. Atendendo a esse problema, a presente investigação recai sobre o estudo do E.U. de descanso e tem como objetivo central contribuir para a resolução dos problemas de inclusividade e de identidade ainda consigo relacionados. Com esse propósito, no presente trabalho propõem-se uma nova ferramenta de avaliação e análise de opções de design, que permite congregar uma resposta projetual inequivocamente atenta e integradora de critérios de inclusividade e identidade, sendo o foco da sua aplicação o E.U. de descanso. São propósitos complementares da investigação identificar e definir práticas de projeto que promovam a (re) invenção, a (re)valorização e a (re)identificação da cidade, por via do E.U. instalado, contribuindo-se assim para a refl exão sobre a evolução da urbe enquanto espaço público e desejável lugar de cidadania crescentemente inclusivo, quer das necessidades dos seus habitantes e utilizadores, quer dos seus valores identitários. Sendo a introdução do tema realizada no primeiro capítulo, no segundo capítulo procede-se à contextualização histórica e de principais conceitos relacionados com o E.U. de descanso. terceiro capítulo é dedicado à metodologia adotada para a defi nição do projeto, tendo incidido na contextualização de propostas metodológicas de outros autores e em três tipos de análise complementares: investigação de campo; estudos de caso; análise de equipamentos urbanos de descanso implementados e de concept design. A partir do cruzamento dos resultados decorrentes dessas análises, no capítulo IV procedeu-se à construção da Ferramenta i, a qual permite a definição objetiva de critérios de projeto sediados em princípios de inclusividade e identidade, assumindo-se assim a sua aplicação como um potencial mediador adequado às necessidades de uma sociedade em constante transformação. Com a validação da Ferramenta i, os resultados da investigação, propõem-se, em termos últimos, contribuir para a comprenssão da importância do papel do design inclusivo e identitário enquanto factores determinantes da concepção de E.U. de descanso. Nesse sentido, a Ferramenta i posiciona-se como um apoio ao processo projetual, essencial, na medida em que potencia o desenvolvimento de soluções de design tendencialmente mais equilibradas, também, na perspetiva inclusiva e identitária, tendo em vista o planeamento integrado e consciencioso da estrutura da cidade como espaço de mobilidade complexo e em permanente mudança. Deseja-se assim, com este trabalho, contribuir para uma nova visão da urbe enquanto cenário e espaço partilhado de uma sociedade que se afirme, tendencialmente, quer mais inclusiva quer mais coerente nas estratégias de comunicação da sua própria identidade.

ABSTRACT: U rban space configuration is crucial to life quality of its inhabitants, in this context it is considered as an intervention area of relevant and relevant to the Design. One of the starting points of this investigation was the verification that there are insufficient conditions at the level of Urban Equipment (U.E.) appropriate to the City and its users. This was caused by urban disorganization, the increase of the elderly population, the increase of people with reduced mobility, among other factors. This premise raised the need to understand how the concepts of inclusiveness and identity, applied to the U.E. project, can contribute to make the city more friendly to its population, regardless of factors such as age, physical, social, ethnic, or other. Of the universe of typologies that make up the U.E, the rest equipment, because of its relation of greater proximity to the user body and because they constitute as objects of greater scale and perceptible visual impact, are those to which a greater need applies of meeting factors of inclusiveness and identity, thus being able to resolve conflicts of space, use and identity, currently still present in much of the U.E. installed in the city. Taking into account this issue and focusing particularly on the wide variety of resting equipment, the present research is based on the U.E. study and its main objective is to contribute to solving the problems of inclusiveness and identity that are still present. In this sense, an approach was used that included the development of a tool, either of analysis or indication of design criteria, that allows to congregate a project response that unequivocally meets and integrates as mandatory requirements and goals of design, factors of inclusiveness and identity. In this way, complementary research purposes identify and define design practices that promote (re) invention, (re) valorization and (re) identification of the city, namely by integrating the factors of inclusiveness and identity in the installed U.E, thus contributing to the reflection on the evolution of the city as a public space and increasingly inclusive place of citizenship, both the needs of its inhabitants and users and their identity values. Being the introduction of the theme carried out in the first chapter, in the second chapter we proceed to the historical contextualization and main concepts related to the U.E. of rest. The third chapter is dedicated to the methodology adopted for the definition of the project, focusing on the contextualization of methodological proposals by other authors and on three complementary types of analysis: field research; case studies; analysis of urban rest devices implemented and concept design. Based on the cross-referencing of the results of these analyzes,in the fourth chapter, a tool - Tool i – was developed and allows the objective definition of project criteria based on principles of inclusiveness and identity, assuming its application as a potential mediator cultural and inclusive identity, appropriate to the response to a society in constant transformation. With the validation of the Tool i, the results of the research propose, in the last, to contribute to the compression of the importance of the role of inclusive design and identity as determinants of the U.E. conception of rest. In this sense, Tool i stands as a support to the design process, essential, as it enhances the development of more balanced design solutions, also, in the perspective of inclusiveness and identity, in view of the integrated and conscientious planning of the structure of the city as a complex and constantly changing space for mobility. With this work, we want to contribute to a new vision of the city as a scenario and public space of a society that affirms, tendentially, both more inclusive and more coherent in the strategies of communication of its identity.

Tese de Doutoramento em Design, com a especialização apresentada na Faculdade de Arquitetura da Universidade de Lisboa para obtenção do grau de Doutor.

Document Type Doctoral thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Ruivo, Maria Inês de Secca; Almendra, Rita Assoreira, coorientador
Contributor(s) Fancisco, Joana Maria de Magalhães
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents