Document details

Influência do volume global de tumor ajustado para cada animal, determinado a partir de um rácio crânio-tumoral, no prognóstico do melanoma maligno oral no cão

Author(s): Rocha, Margarida Vicente Gouveia Vieira da

Date: 2018

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10400.5/15697

Origin: Repositório da UTL

Subject(s): Melanoma oral; Rácio crânio-tumoral; Prognóstico; Cão; Oncologia; Oral melanoma; Skull-tumour ratio; Prognostic; Dog; Oncology


Description

O volume tumoral é um fator de prognóstico reconhecido. No entanto, no que diz respeito aos tumores orais no cão, é possível que a variabilidade anatómica tenha influência no peso do volume tumoral. Assim, o presente estudo avaliou, de forma retrospetiva, o rácio crâniotumoral (C-T) enquanto fator prognóstico no melanoma maligno oral (MMO) em 16 cães com estadiamento tomográfico local e/ou radiográfico distante. A mediana da sobrevida global dos animais em estudo foi de 168 dias, não tendo sido observadas diferenças significativas entre os grupos MMO metastizado e não metastizado. A metastização linfática e/ou sistémica verificou-se em 56,25% dos cães. Não foram verificadas diferenças significativas entre os valores do rácio C-T entre cães com MMO metastizado e não metastizado, não sendo possível determinar um valor de corte de rácio C-T preditivo. Apesar de se tratar de uma amostra limitada, o rácio C-T poderá ser um parâmetro anatómico promissor no estadiamento do MMO no cão. Serão precisos mais estudos, com um maior número de animais para se determinar um valor de corte, se existir, preditivo de ocorrência de metástases.

ABSTRACT - Influence of skull-tumour ratio in canine oral malignant melanoma - Even though tumour volume is a well-known prognostic factor in canine oral tumours, anatomical disparity may have an impact on tumour volume. Thus, this retrospective study evaluated the skull-tumour (S-T) ratio as a prognostic factor in oral malignant melanoma (MMO) in a total of 16 dogs with regional tomographic staging and distant tomographic or radiographic staging. The median survival time was 168 days and no differences were observed between dogs with metastatic and non-metastatic OMM. Metastatic disease (lymphatic and/or systemic) was identified in 56.25% of cases. No significant differences were found between the S-T ratio of dogs with metastatic and nonmetastatic MMO. Therefore, it was not possible to determine a predictive S-T ratio cut-off value. However, despite the limited sample, S-T ratio may be a promising anatomical parameter in staging of canine OMM. Hence, more studies with larger samples will be needed to determine a predictive cut-off value, if any, for presence of metastatic disease.

Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Mestrinho, Lisa Alexandra Pereira; Henriques, Joaquim Garcia Pereira
Contributor(s) Rocha, Margarida Vicente Gouveia Vieira da
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents