Document details

A internacionalização nas empresas de média dimensão : estratégia marginal ou base de desenvolvimento?

Author(s): Crespo, Nuno Joel Gaspar Fernandes

Date: 2004

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10400.5/16037

Origin: Repositório da UTL

Subject(s): Globalização; Internacionalização; Actividade Internacional; PME; Empresas Portuguesas; Modelo de Resposta Ordenada; Globalisation; Internationalisation; International Activity; SME; Portuguese Enterprises; Ordered Response Model


Description

Este trabalho tem como objectivo primordial analisar o estado da internacionalização das empresas de média dimensão nacionais, por forma a conseguir avaliar a importância que a internacionalização tem nas orientações estratégicas daquelas empresas, bem como os factores específicos daquelas empresas que possam influenciar a sua intensidade de envolvimento internacional. Para atingir aquele intuito, começam-se por identificar as principais alterações no enquadramento internacional, nomeadamente pelo processo de globalização, que estimulam o imperativo da internacionalização enquanto estratégia empresarial, sendo em seguida analisados os principais contributos teóricos justificativos do investimento internacional, e investigados os diversos desenvolvimentos que se têm feito sobre o processo de internacionalização das empresas entendido de forma gradual, bem como aos aspectos que lhe estão relacionados, como as motivações, barreiras e formas de internacionalização, procurando fazer a ligação com as pequenas e médias empresas (PME). Posteriormente, é feita uma análise a um conjunto alargado de estudos empíricos sobre o processo de internacionalização das empresas portuguesas, servindo de suporte ao trabalho empírico desenvolvido nesta dissertação. Este estudo consiste na aplicação de um modelo econométrico, cujo principal objectivo é testar a influência que um conjunto de variáveis tem na intensidade das actividades internacionais desenvolvidas pelas empresas de média dimensão, utilizando um inquérito lançado a empresas portuguesas de média dimensão, no contexto do Programa ADAPT, da Comunidade Europeia. Para tal foi definida uma tipologia de envolvimento internacional que distingue as empresas domésticas, das exportadoras e das empresas que tivessem realizado investimentos directos no estrangeiro. Através deste trabalho de investigação, justifica-se empiricamente que existe um conjunto de factores que influenciam, de forma significativa, a intensidade das actividades internacionais, nomeadamente a dimensão das empresas, existência de esforço de desenvolvimento de produtos, o objectivo de crescimento da empresa, ainda que orientado desde logo para o crescimento em termos de posicionamento no mercado mundial, e o facto das empresas pertencerem aos sectores tradicionais da economia. Confirmou-se ainda que o posicionamento estratégico baseado no preço, influencia negativamente o nível de internacionalização em que as empresas se encontram.

The major concern of this dissertation is to analyse the internationalisation scenery of the Portuguese médium size enterprises, in order to evaluate the importance that the process of internationalisation assumes in those enterprises' strategic orientations and to determine the factors that may influence their international orientation intensity. In order to achieve that purpose, this dissertation begins by trying to identify the major changes in the international environment, namely, the process of globalisation, which stimulates the internationalisation role as an entrepreneurial strategy. Further more, it analyses the major contributions of the international investment theories in order to understand the internationalisation motives, and it examines several theoretical developments focused on the enterprises' internationalisation, which is conceived as a gradual process. It also considers the characteristics of the internationalisation process, like motivations, obstacles and types of internationalisation, takinginto account the particular case of the small and médium size enterprises (SME). Further it analyses a wide group of empirical studies focused on the Portuguese enterprises internalisation process, which constitutes a framework for the empirical study developed in this dissertation. This study consists in the application of an econometric model (Ordered Response Model), which major concern is to test the influence of a group of variables on the intensity of the international activities developed by the médium size enterprises. The empirical study is developed based on the data of an inquiry to médium size Portuguese enterprises, conducted in the context of the ADAPT program of the European Union. In order to achieve the purpose of this study, it was previously defined an international framework typology to distinguish between domestic enterprises, exporters and enterprises that had made foreign direct investments. The empirical study concludes that there are a group of factors, namely the enterprises size, the new product development effort, the enterprise's growth goal (which may be orientated to the positioning in the international market), and the fact that enterprises may be included in the traditional sectors of the economic structure, that influence, in a significant way, the intensity of the international activities. It is also confirmed that the strategic positioning based on the price influence negatively, the levei of internationalisation in which enterprises presently stand. Date: October 2001

Mestrado em Gestão e Estratégia Industrial

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Simões, Vítor Duarte Corado
Contributor(s) Crespo, Nuno Joel Gaspar Fernandes
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents